Cassilândia, Quinta-feira, 26 de Abril de 2018

Últimas Notícias

29/09/2009 19:24

Promotora foi contra diplomação de mais seis vereadores

Edivaldo Bitencourt e Paulo Fernandes, Campo Grande News

A promotora de Justiça, Sara Francisco Silva, foi contra a diplomação do seis vereadores suplentes em Campo Grande. Ela se manifestou contra a posse imediata dos novos parlamentares por considerá-la inconstitucional.

A Emenda Constitucional nº 58/2009 aumentou o número de vereadores de Campo Grande de 21 para 27, com alteração prevista para um ano após a aplicação.

A promotora alegou que, além do fato de a Constituição Federal de 1988 prever que os cargos deverão ser ocupados após eleições devidamente corretas, e que o processo eleitoral de 2008 e o início da legislatura já ocorreram, a diplomação dos vereadores suplentes também atinge os vereadores eleitos, pois haveria modificação no número permitido de vereadores de cada partido ou coligação.

Segundo Sara Francisco, o Supremo Tribunal Federal declarou que existe inconstitucionalidade na adição dos suplentes para legislatura já iniciada, bem como a convocação imediata para que preencham as vagas decorrentes da modificação feita pela emenda.

O Tribunal Superior Eleitoral, através do ministro Carlos Ayres Britto também concorda, afirmando que a emenda não pode ser retroativa, contemplando os vereadores suplentes que requisitaram à justiça o direito de assumir as novas vagas criadas pela emenda.

O custeio de novos cargos também não está previsto. “A diplomação e posse dos seis novos vereadores suplentes encontra óbice na lei de responsabilidade fiscal, haja vista a ausência de previsão orçamentária para custear as despesas”, afirmou a promotora.

No entanto, contrariando o parecer, o juiz eleitoral da 8ª Zona, Mário Eduardo Fernandes Abelha, acatou o pedido e determinou a diplomação e posse dos seis suplentes.

Neste momento, alguns suplentes estão conversando com o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, Paulo Siufi (PMDB).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 26 de Abril de 2018
Quarta, 25 de Abril de 2018
Terça, 24 de Abril de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)