Cassilândia, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

22/04/2004 15:04

Projeto transfere administração do Pasep para a CEF

Agência Câmara

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público está analisando o Projeto de Lei Complementar 147/04, do deputado Simão Sessim (PP-RJ), que transfere a administração dos recursos do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) para a Caixa Econômica Federal. Pela proposta, a CEF vai administrar todos os recursos do PIS/Pasep. Atualmente, o PIS está a cargo da CEF e o Pasep é administrado pelo Banco do Brasil.
O autor argumenta que o Tribunal de Contas da União (TCU) constatou graves distorções no Pis/Pasep, originadas pela administração dos recursos por instituições financeiras diferentes.

Mudanças
Uma resolução do Conselho Monetário Nacional estabelece que a comissão de corretagem da instituição financeira deve ser calculada com base no patrimônio líquido do Pis-Pasep por inteiro, e não apenas de cada um dos programas separadamente. "O Banco do Brasil está usufruindo, há muito tempo, de uma comissão absurdamente desproporcional aos recursos colocados sob sua responsabilidade", reclama o deputado.
O TCU sugere que os programas sejam unificados em uma única instituição financeira e que o cálculo da comissão devida seja modificado. Além de possibilitar o emprego de uma metodologia uniforme de administração dos recursos e da corretagem, Sessim explica que essa unificação facilitará o controle do fundo, já que os recursos estarão centralizados.
O deputado informa que a CEF foi escolhida como instituição centralizadora, entre outros motivos, por ser a instituição responsável pelo maior volume de recursos do fundo. "Além disso, a Caixa oferece as melhores condições operacionais, segundo informa o próprio Conselho Diretor", conclui o parlamentar.

Trâmite
Após a votação da matéria pela Comissão de Trabalho, o projeto será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. A seguir, será discutida pelo Plenário da Câmara.



Reportagem - Daniel Cruz
Edição - Natalia Doederlein


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 18 de Janeiro de 2017
Terça, 17 de Janeiro de 2017
23:53
Loteria
10:00
Receita do dia
Segunda, 16 de Janeiro de 2017
10:04
Coluna da juíza Luciane Buriasco Isquerdo
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)