Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/04/2004 15:04

Projeto transfere administração do Pasep para a CEF

Agência Câmara

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público está analisando o Projeto de Lei Complementar 147/04, do deputado Simão Sessim (PP-RJ), que transfere a administração dos recursos do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) para a Caixa Econômica Federal. Pela proposta, a CEF vai administrar todos os recursos do PIS/Pasep. Atualmente, o PIS está a cargo da CEF e o Pasep é administrado pelo Banco do Brasil.
O autor argumenta que o Tribunal de Contas da União (TCU) constatou graves distorções no Pis/Pasep, originadas pela administração dos recursos por instituições financeiras diferentes.

Mudanças
Uma resolução do Conselho Monetário Nacional estabelece que a comissão de corretagem da instituição financeira deve ser calculada com base no patrimônio líquido do Pis-Pasep por inteiro, e não apenas de cada um dos programas separadamente. "O Banco do Brasil está usufruindo, há muito tempo, de uma comissão absurdamente desproporcional aos recursos colocados sob sua responsabilidade", reclama o deputado.
O TCU sugere que os programas sejam unificados em uma única instituição financeira e que o cálculo da comissão devida seja modificado. Além de possibilitar o emprego de uma metodologia uniforme de administração dos recursos e da corretagem, Sessim explica que essa unificação facilitará o controle do fundo, já que os recursos estarão centralizados.
O deputado informa que a CEF foi escolhida como instituição centralizadora, entre outros motivos, por ser a instituição responsável pelo maior volume de recursos do fundo. "Além disso, a Caixa oferece as melhores condições operacionais, segundo informa o próprio Conselho Diretor", conclui o parlamentar.

Trâmite
Após a votação da matéria pela Comissão de Trabalho, o projeto será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. A seguir, será discutida pelo Plenário da Câmara.



Reportagem - Daniel Cruz
Edição - Natalia Doederlein


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)