Cassilândia, Sábado, 19 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

11/10/2003 08:59

Projeto tipifica penalmente fraude em concursos

Agência Câmara

O uso de fraude para acesso a concursos públicos ou exames vestibulares pode ser tipificado como crime. Sugestão nesse sentido, de autoria do Conselho Administrativo Municipal de Grupiara (MG), foi aprovada pela Comissão de Legislação Participativa da Câmara Federal na última quarta-feira.
Pela proposta, o candidato que pretender se beneficiar com a fraude receberá pena de reclusão de dois a seis anos, além de ficar impedido de prestar concurso ou exame público. Caso o crime seja praticado por servidor público, acarretará perda do cargo após o trânsito em julgado da sentença condenatória.

OUTRAS ALTERAÇÕES
A sugestão prevê ainda que servidores públicos que mantenham vínculos com empresas de contratação de pessoal para órgãos públicos, inclusive cursinhos para concursos, sejam enquadrados por crime de tráfico de influência, se comprovado que tinham informações ou posição privilegiadas.
Outras mudanças referem-se ao artigo 304 do Código Penal (DL 2848/40), que trata do uso de documento falso. Nesse dispositivo, as alterações propostas são as seguintes:
1. a apresentação de documento falso perante autoridade, em processo administrativo ou judicial, constituirá crime;
2. a pena pelo uso de documento falso será acrescida em um terço na hipótese de uso pela mesma pessoa que o falsificou; e
3. responderá apenas por falsificação a pessoa que não chegar a usar o documento falso.

A sugestão será convertida em projeto de lei da Comissão de Legislação Participativa e seguirá a tramitação normal na Câmara.



Reportagem - Maristela Sant´Ana
Edição - Patricia Roedel


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 19 de Setembro de 2020
Sexta, 18 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
06:40
Libertadores da América
Quinta, 17 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)