Cassilândia, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

16/05/2006 07:49

Projeto sobre farmacovigilância motiva treinamento

Janaina Gaspar

Nesta segunda-feira (15 de maio) cerca de mil farmacêuticos, acadêmicos e profissionais da área, lotaram o anfiteatro do Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande. Eles participaram do treinamento sobre a Farmacovigilância que servirá de base para implantação do Programa Farmácias Notificadoras no Estado. O treinamento foi ministrado pelo chefe da unidade de farmacovigilância da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Murilo Freitas, além de contar com orientações da Vigilância Sanitária Estadual.

O evento foi motivado pelo projeto de lei 026/06 de autoria do deputado estadual Sérgio Assis (PSB) que dispõe sobre a Farmacovigilância (ciência que permite a detecção, avaliação, compreensão e prevenção de efeitos adversos por qualquer problema possível relacionados a medicamentos) e o Programa Farmácias Notificadoras.

“O Mato Grosso do Sul será pioneiro neste programa depois da aprovação do projeto. Assim que a lei estiver em vigor teremos a notificação compulsória por parte dos farmacêuticos que passarão a acompanhar pacientes que tomarem medicação e, desta maneira, poderão notificar problemas causados pelos medicamentos”, explicou Assis.

Segundo Murilo Freitas, este programa trará grande benefício à população do Estado e até mesmo aos profissionais e proprietários de farmácias.

“O programa trará uma nova identidade para as farmácias que passarão a ter um perfil comunitário e de responsabilidade social. A população ganha porque o trabalho da Anvisa será acelerado já que as informações sobre reações adversas e baixa qualidade de medicamentos chegarão com mais agilidade até nós”, destacou.

Conforme ressaltou o coordenador de Vigilância Sanitária Estadual, Marcio Cezar Toledo, atualmente a farmacovigilância é aplicada em alguns estados, porém, a notificação é optativa,

“A detecção precoce de reações adversas graves ou inesperadas, a identificação dos desvios da qualidade dos medicamentos comercializados quando há suspeita do envolvimento da saúde do usuário vão ter em breve as farmácias e drogarias do Estado como locais de notificação, para posterior envio à Vigilância Sanitária que irá fazer a investigação. O projeto agregará valor de utilidade pública aos estabelecimentos farmacêuticos”, justifica o autor do projeto, deputado estadual Sérgio Assis.

De acordo com o presidente do CRF/MS (Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul), Antônio José Paniago Neto, Tonzé, a aprovação do projeto de Lei do Deputado Sérgio Assis, possibilitará que farmacêuticos notifiquem à Vigilância Sanitária, casos de pessoas que apresentarem reações que não estejam previstas nas bulas.

“É um serviço a mais para a população”, ressalta Paniago Neto. Atualmente, o consumidor que tiver problema com algum medicamento precisa ir à Vigilância Sanitária Estadual notificar a situação. A estimativa é que mil profissionais, entre farmacêuticos, estudantes do último ano de farmácia e fiscais de Vigilância Sanitária, sejam capacitados.

O curso também foi ministrado no período noturno para os proprietários de estabelecimentos farmacêuticos


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Agosto de 2017
Segunda, 21 de Agosto de 2017
Domingo, 20 de Agosto de 2017
10:00
Receita do dia
09:50
Três Lagoas
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)