Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

23/01/2004 14:05

Projeto regulamenta profissão de fotógrafo

Agência Câmara

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público analisa o Projeto de Lei 1740/03, do deputado Fernando de Fabinho (PFL-BA), que regula a profissão de fotógrafo. De acordo com o texto da matéria, é considerado fotógrafo profissional aquele que, usando a luz, registra imagens estáticas ou dinâmicas em material fotossensível, com a utilização de equipamento ótico apropriado seguindo o processamento manual e eletromecânico até o acabamento final.
O projeto diz ainda que podem exercer a profissão de fotógrafo os diplomados por escola de fotografia de nível superior, devidamente reconhecida; os diplomados por escola de fotografia de nível superior localizada no estrangeiro, com diplomas revalidados no Brasil na forma da legislação vigente; os que, embora não-diplomados nesses termos, tenham, à data da publicação da lei, comprovadamente, exercido a profissão de fotógrafo por, no mínimo, cinco anos ininterruptos ou dez intercalados.
Também segundo o projeto, a atividade profissional do fotógrafo compreende a fotografia, dinâmica ou estática, realizada para empresa especializada inclusive em serviços externos; a fotografia produzida para o ensino técnico e científico; a fotografia para publicidade, divulgação e informação ao público; o ensino da fotografia; e outros serviços correlatos ou afins.

TRABALHO INDISPENSÁVEL
O autor da matéria observa que ninguém desconhece a relevância que o trabalho dos fotógrafos vem adquirindo nas últimas décadas. "Esses profissionais são indispensáveis na publicidade, nas comunicações, na indústria gráfica e editorial etc. É, portanto, importante que a atividade do fotógrafo seja exercida por profissionais dotados de formação adequada, de modo que sua atuação não ofereça risco de prejuízos para a sua clientela, em particular, e para a sociedade, globalmente considerada", diz o parlamentar.
A matéria será também apreciada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Redação. Se aprovado nas duas comissões, e não houver requerimento para apreciação pelo Plenário da Câmara, o projeto seguirá para o Senado.



Reportagem - Claudia Lisboa
Edição - Regina Céli Assumpção

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)