Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

14/05/2004 15:34

Projeto quer facilitar contratação de egressos

Agência Câmara

A Câmara analisa proposta (PL 3357/04) que amplia o número de presos que uma empresa pode contratar. O limite atual de detentos que podem trabalhar em uma instituição é restrito a 10% dos funcionários da firma. A autora do projeto, deputada Iriny Lopes (PT-ES), sugere que seja permitido contratar até 25% do quadro funcional entre presos e egressos (detentos que saíram da cadeia).
Atualmente, a Lei de Execuções Penais (7210/84) permite que os detentos em regime fechado trabalhem somente em serviço ou obras realizadas por órgãos da administração pública ou entidades privadas.
Além disso, o trabalho do preso não está sujeito ao regime da Consolidação das Leis do Trabalho. Iriny Lopes propõe que os egressos também sejam contratados dessa maneira.

Reincidências
Em defesa do projeto, a parlamentar cita uma pesquisa do Instituto Ethos, realizada em 2003, a qual constata que em 18 meses 56% dos egressos volta a cometer delitos novamente. "A grande barreira para a ressocialização dessas pessoas é o preconceito. Isso constitui um verdadeiro retrocesso à cidadania e uma definitiva falência do sistema penitenciário brasileiro pois possibilita o retorno dos egressos à carceragem", resume.

Tramitação
A matéria está na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, onde aguarda a definição do deputado que irá relatá-la. A seguir, o texto que tramita em caráter conclusivo será encaminhado para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem - Natalia Doederlein
Edição – Patricia Roedel

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Quarta, 21 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)