Cassilândia, Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019

Últimas Notícias

13/08/2019 20:00

Projeto que proibia centavos com 3 dígitos no preço do combustível é arquivado

Campo Grande News

Por 10 a 5, deputados estaduais decidiram pelo arquivamento do projeto de lei que previa tabelar os centavos cobrados pelo litro do combustível em Mato Grosso do Sul com no máximo dois dígitos. A proposta de Lidio Lopes (Patriota) causou polêmica na Assembleia Legislativa, tramitou por dois anos e entrou na pauta de votação desta terça-feira (13).

O parlamentar defendeu o projeto dizendo que tirar o 3º dígito beneficiaria o consumidor, aumentando a concorrência. “Por exemplo, se hoje a gasolina custa R$ 4,299, o cliente pagará R$ 42,99 para cada 10 litros. Sem o 3º dígito, o preço para cada 10 litros ficaria R$ 42,90”.

Para o deputado, os estabelecimentos que optassem por arredondar o valor – seguindo o exemplo citado para R$ 4,30 – perderiam clientes.

Renan Contar (PSL), relator da proposta, entende o contrário. “Diminui a concorrência. Tem muito posto que difere o preço do outro pelo 3º dígito. Teríamos mais preços iguais”, argumentou.

O deputado José Carlos Barbosa, o Barbosinha (DEM), concordou com o relator e acrescentou que a mudança poderia estimular o “tabelamento de preços” – formação de cartel – entre os postos de combustíveis. “Fora que é inconstitucional. O preço do combustível deve ser definido pela União, pela ANP [Agência Nacional de Petróleo]”, acrescentou.

O projeto, apresentado em setembro de 2017, teve somente 5 votos favoráveis e foi para o arquivo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 13 de Dezembro de 2019
09:00
Santo do Dia
Quinta, 12 de Dezembro de 2019
Quarta, 11 de Dezembro de 2019
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)