Cassilândia, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

Últimas Notícias

13/08/2019 20:00

Projeto que proibia centavos com 3 dígitos no preço do combustível é arquivado

Campo Grande News

Por 10 a 5, deputados estaduais decidiram pelo arquivamento do projeto de lei que previa tabelar os centavos cobrados pelo litro do combustível em Mato Grosso do Sul com no máximo dois dígitos. A proposta de Lidio Lopes (Patriota) causou polêmica na Assembleia Legislativa, tramitou por dois anos e entrou na pauta de votação desta terça-feira (13).

O parlamentar defendeu o projeto dizendo que tirar o 3º dígito beneficiaria o consumidor, aumentando a concorrência. “Por exemplo, se hoje a gasolina custa R$ 4,299, o cliente pagará R$ 42,99 para cada 10 litros. Sem o 3º dígito, o preço para cada 10 litros ficaria R$ 42,90”.

Para o deputado, os estabelecimentos que optassem por arredondar o valor – seguindo o exemplo citado para R$ 4,30 – perderiam clientes.

Renan Contar (PSL), relator da proposta, entende o contrário. “Diminui a concorrência. Tem muito posto que difere o preço do outro pelo 3º dígito. Teríamos mais preços iguais”, argumentou.

O deputado José Carlos Barbosa, o Barbosinha (DEM), concordou com o relator e acrescentou que a mudança poderia estimular o “tabelamento de preços” – formação de cartel – entre os postos de combustíveis. “Fora que é inconstitucional. O preço do combustível deve ser definido pela União, pela ANP [Agência Nacional de Petróleo]”, acrescentou.

O projeto, apresentado em setembro de 2017, teve somente 5 votos favoráveis e foi para o arquivo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 21 de Agosto de 2019
Terça, 20 de Agosto de 2019
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Segunda, 19 de Agosto de 2019
15:30
Saúde
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)