Cassilândia, Quarta-feira, 24 de Maio de 2017

Últimas Notícias

28/06/2005 14:43

Projeto pune aluno que tentar escapar do tiro de guerra

Agência Câmara

O Projeto de Lei 5291/05, do Poder Executivo, torna mais dura a punição a quem tentar escapar do serviço militar obrigatório. Se o projeto for aprovado, serão considerados "insubmissos" os estudantes que deixarem de se apresentar na data marcada para as matrículas nos tiros-de-guerra.
Hoje, a punição do Código Penal Militar é apenas para quem deixa de se incorporar, na data marcada, ao serviço militar tradicional. Mas, segundo o vice-presidente da República e ministro da Defesa, José Alencar, é necessário, também, deixar explícita a penalidade para quem não se matricula nos tiros-de-guerra.
Sendo assim, se o projeto for aprovado, os insubmissos ficarão sujeitos a uma pena de três meses a um ano de "impedimento". Esse "impedimento" significa que o jovem é obrigado, durante o período da pena, a ficar dentro do quartel onde deve prestar o serviço militar ou assistir às aulas dos tiros-de-guerra.
Atualmente, existem 230 tiros-de-guerra no Brasil, distribuídos em quase todos os estados. Eles são criados a pedido das prefeituras, com o apoio do Exército.
Têm prioridade para entrar no tiro-de-guerra os jovens que, na época da prestação do serviço militar, estiverem matriculados no ensino superior ou no último ano do ensino médio.

Tramitação
O projeto, que já foi aprovado pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, está na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aguardando definição do deputado que o relatará.

Reportagem - João Pitella Junior
Edição - Natalia Doederlein

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 24 de Maio de 2017
14:40
Cassilândia
13:00
Dicas de segurança
10:00
Receita do Dia
Terça, 23 de Maio de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)