Cassilândia, Sábado, 27 de Maio de 2017

Últimas Notícias

14/04/2015 13:17

Projeto propõe acordo entre agentes tributários e fiscais de rendas

Campo Grande News

Novo projeto, que será votado na Assembleia Legislativa no dia 23 de abril, pode por fim a briga na justiça quanto a alteração das nomenclaturas dos cargos de agente tributário estadual e fiscal de rendas. A proposta apresentada pelo Governo do Estado anula o projeto anterior e sugere alteração, que agradou as duas categorias.

Conforme o texto, fiscal de rendas será alterado para auditor fiscal da receita estadual, enquanto agente tributário estadual se tornará fiscal tributário estadual. O acordo foi intermediado pelo Governo Estadual com a finalidade de atender os dois lados, segundo o deputado estadual Amarildo Cruz (PT), que acompanhou as negociações.

Segundo o presidente do Sindate (Sindicato dos Agentes Tributários Estaduais de Mato Grosso do Sul), Marco Aurélio Cavalheiro Garcia, a categoria resolveu apoiar o projeto em vista do compromisso do sindicato que representa os ficais de retirar ação na justiça pedindo suspensão da tramitação do antigo projeto na Assembleia. “O governador nos convocou e o Sindifisto desistiu da ação. A proposta está dentro do que a gente esperava, do que a gente vinha apresentando. Acredito que a questão será finalizada de forma que contemple as duas categorias”, comentou.

O presidente do Sindifisco (Sindicato dos Fiscais de Rendas do Estado de Mato Grosso do Sul), Clóves Silva, informou que fará assembleia no dia 22 para discutir a nova proposta, mas acredita que ela agrada a categoria. “É infinitamente melhor em relação ao outro projeto, porque ele vinha contrariar a legislação, era inconstitucional. O projeto corrige vários aspectos do anterior e não põe dentro da nomenclatura a questão da atribuição”, avaliou Clóves.

No projeto retirado da Assembleia, a ideia era fazer com que agente tributário estadual passasse a ser fiscal de tributos estaduais e mercadorias em trânsito, enquanto fiscal de renda mudaria para auditor fiscal das receitas estaduais. Os fiscais alegavam que o agente tributário teria novas atribuições, mas o projeto não tinha essa intenção, conforme Marco.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 27 de Maio de 2017
Sexta, 26 de Maio de 2017
10:01
Cassilândia
10:00
Receita do Dia
Quinta, 25 de Maio de 2017
13:00
Dicas de segurança
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)