Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/07/2004 11:16

Projeto proíbe venda de energético em posto de gasolina

Agência Câmara

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio está analisando o Projeto de Lei 3541/04, do deputado Joaquim Francisco (PTB-PE), que proíbe a venda de bebidas energéticas em lojas de conveniência de postos de gasolina. Os energéticos contêm em sua fórmula ingredientes como cafeína, taurina, inositol e glucoronolactona, que são estimulantes.

Redução de acidentes
O deputado explica que essas bebidas são consumidas por jovens e pessoas que querem afastar a sensação de cansaço e de sono. Atualmente, há no mercado diversas marcas de bebidas energéticas e o consumo desses produtos mostra tendência ao crescimento, fenômeno que tem despertado a preocupação de nutricionistas e de outros profissionais da saúde envolvidos com alimentação. "Medidas como as que estamos propondo podem contribuir para minimizar os riscos de acidentes de trânsito, ao dificultar o acesso e o consumo de substâncias estimulantes por parte dos motoristas", argumenta o autor.

Tramitação
O deputado Fernando de Fabinho (PFL-BA) foi designado relator na Comissão de Desenvolvimento Econômico. A proposta, que tramita em caráter conclusivo, ainda terá de ser analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania .



Da Redação/AF


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)