Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/11/2014 09:22

Projeto proíbe corte do fornecimento de energia e água sem aviso prévio

Campo Grande News

As concessionárias poderão ser obrigadas a avisar o consumidor antes de suspender o fornecimento, por falta de pagamento, dos serviços de água e energia elétrica em Mato Grosso do Sul. É o que propõe o Projeto de Lei 176/14, publicado nesta sexta-feira (28) no Diário Oficial da Assembleia Legislativa.

De acordo com o texto, a comunicação deverá ser feita com 30 dias de antecedência, por meio de carta com aviso de recebimento ao consumido informando a possibilidade de interrupção na prestação de serviços devido ao não pagamento das tarifas.

Além disso, as empresas somente poderão efetuar a suspensão de seus serviços em caso de atraso do pagamento da fatura em 60 dias, desde que existam duas faturas vencidas.

Ainda conforme o projeto de lei de autoria do deputado Maurício Picarelli (PMDB), no caso de suspensão indevida dos serviços de energia elétrica, as concessionárias pagarão multa no valor de
1.000 Uferms (R$ 20.690), ou índice equivalente que venha a substituí-la, e serão obrigadas a efetuar a religação no prazo máximo de seis horas.

Picarelli justificou que os serviços de fornecimento de energia elétrica e
de água devem ser prestados de forma contínua e ininterrupta, considerando que são serviços essenciais para garantir a cidadania e dignidade da pessoa humana.

“Deve ficar claro que as empresas responsáveis pela prestação dos serviços essenciais têm sim, o direito de cobrar os valores que lhes são devidos; entretanto, o que não se pode condescender é que este exercício regular de direito seja realizado de forma arbitrária sem o uso dos meios legais disponíveis, pois o serviço público essencial tem a
finalidade primária de servir o público e, apenas em segundo plano, o objetivo de produzir rendimentos financeiros para o fornecedor”, disse.

O projeto ainda precisa passar pelas comissões permanentes antes de seguir para votação em plenário.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)