Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/12/2005 13:59

Projeto proíbe cobrança de diferença em conta telefônica

Luciana Mariz e Rejane Oliveira, da Agência Câmara

As prestadoras de serviços de telefonia fixa ou móvel poderão ser proibidas de cobrar, em suas contas mensais, diferenças referentes a faturas já pagas. De acordo com o projeto de lei, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), em tramitação na Câmara Federal, essa cobrança terá de ser efetuada em separado, e a data de vencimento da fatura deverá ser informada ao consumidor com antecedência mínima de 15 dias.

O projeto prevê pleno direito de defesa do consumidor. Pelo texto, enquanto não houver uma decisão final sobre reclamação contra telefônica, a prestação do serviço não poderá ser interrompida em caso de não pagamento das diferenças de contas anteriores. "Os tribunais estão cheios de processos contra as operadoras de telefonia, em sua grande maioria com decisão favorável aos usuários. Impõe-se, no entanto, a promulgação de normas legais que disciplinem as relações de consumo e a prestação desses serviços", defende Nader.

Abusos contra consumidor

O deputado acusa algumas operadoras de adotarem medidas coercitivas contra seus consumidores, entre as quais cobranças indevidas, antecipação de prazos de vencimento, acréscimo de diferenças de faturas anteriores já pagas e corte arbitrário dos serviços. "De um lado, existe uma empresa que presta um serviço essencial, dotada de uma estrutura poderosa e impessoal; e, de outro, um consumidor frágil, isolado, indefeso e mal atendido", afirma. Para Nader, é preciso estabelecer mecanismos que possam coibir abusos e garantir relações harmoniosas entre as operadoras e seus usuários.

O projeto foi apensado ao texto da deputada Laura Carneiro (PFL-RJ), que proíbe a interrupção da prestação de serviços essenciais - incluindo serviços telefônicos - por atraso no pagamento inferior a 30 dias. As propostas, que tramitam em caráter conclusivo, estão em análise na Comissão de Defesa do Consumidor.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)