Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/10/2004 13:53

Projeto pode ampliar cobertura de transplante

Agência Câmara

Os planos e seguros privados de assistência à saúde não poderão excluir de sua cobertura os transplantes rotineiramente fornecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), como o de medula óssea, caso seja aprovado o Projeto de Lei (4164/04).
De autoria dos deputados Rafael Guerra (PSDB-MG), Francisco Gonçalves (PTB-MG) e Geraldo Resende (PPS-MS), a proposição altera a legislação dos planos de saúde (Lei 9656/98) para ampliar a cobertura dos planos de saúde para os transplantes.
Hoje, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) garante a cobertura apenas para transplantes de rim e de córnea, além de despesas com seus procedimentos vinculados. Pela legislação atual, a amplitude da cobertura de transplantes e de procedimentos de alta complexidade será definida por normas editadas pela ANS.
O autor explica que o projeto também permitirá o ressarcimento pelas operadoras ao SUS.

Tráfico de órgãos
Em abril deste ano a Câmara dos Deputados instalou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Órgãos. O relatório final da CPI, com sugestões para o sistema de transplantes e com denúncias dos envolvidos, deve ficar pronto neste mês, mas os deputados ainda poderão pedir uma terceira prorrogação para adiar a conclusão dos trabalhos para novembro.
Segundo o Ministério da Saúde, mais de 54 mil brasileiros estão na fila aguardando transplante de órgãos, principalmente de rins e de córnea. Em 2002, foram realizados no Brasil cerca de 8 mil transplantes.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, foi apensado ao Projeto de Lei 2642/03, do Senado Federal.
As proposições serão relatadas pelo deputado Amauri Gasques (PL-SP) na Comissão de Seguridade Social e Família.



Da Redação/RCA


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)