Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/07/2004 14:30

Projeto permite prova contra o presidente da República

Agência Câmara

Projeto de lei (PL 3754/04) apresentado pelo deputado Coronel Alves (PL-AP) permite a quem falar contra o presidente do Brasil ou chefe de governo estrangeiro provar que a afirmação é verdadeira. Atualmente, o Código Penal (Decreto-Lei 2848/40) prevê que a figura da "exceção da verdade" (possibilidade que tem o réu de provar a veracidade da afirmação) não pode ser utilizada quando o alvo da calúnia for o chefe da Nação. "Esse dispositivo mais parece uma norma feita para imperador, como se o presidente não estivesse submetido às mesmas leis das demais pessoas", avalia o parlamentar.

Foro privilegiado
A proposta estabelece que a exceção da verdade só não será admitida se o fato imputado for crime de ação privada; ou se o ofendido foi absolvido por sentença transitada em julgado. A mudança não interfere no foro privilegiado do presidente, que continuará sendo o Supremo Tribunal Federal (STF) para os crimes comuns e o Senado Federal para os crimes de responsabilidade.
Atualmente, além de calúnia contra o presidente do Brasil ou chefe de governo estrangeiro, o Código Penal não permite a prova da verdade nas seguintes hipóteses: se, constituindo o fato imputado crime de ação privada, o ofendido não foi condenado por sentença irrecorrível; e se, do crime imputado, embora de ação pública, o ofendido foi absolvido por sentença irrecorrível.

Tramitação
A proposta tramita na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), onde será relatada pela deputada Sandra Rosado (PMDB-RN). Depois da votação pela CCJ, seguirá para o Plenário.



Da Redação/MS


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)