Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

16/05/2008 16:54

Projeto para cidades-sede da Copa exclui Campo Grande

Marta Ferreira - Campo Grande News

Um projeto que a ministra do Turismo, Marta Suplicy, entregou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, nesta quinta-feira, exclui Campo Grande das cidades que devem receber investimentos em mobilidade urbana para a realização da Copa de 2014. O projeto também é conhecido como "PAC da Copa".

De acordo o documento apresentado pela ministra, os investimentos seriam feitos em nove cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Belo Horizonte, Porto Alegre, Fortaleza, Recife, Olinda, Natal, Maceió e Brasília. Embora seja uma ducha de água fria, a exclusão desse projeto não significa que Campo Grande está fora das sedes da Copa, pois a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), ainda não decidiu quais cidades vão receber jogos.

O orçamento necessário para o projeto apresentado pela ministra, é de R$ 38 bilhões. “Se formos analisar o que precisamos de investimentos em transporte para chegar em 2014, contando em ter o turista bem recebido, pensando na mobilidade e no trânsito nas grandes cidades que pleiteiam a Copa, os investimentos são grandes e precisam ser feitos desde já”, disse a ministra.

A proposta do Ministério do Turismo agrega contribuições de projetos elaborados nos ministérios dos Transportes, das Cidades, dos Esportes e da Casa Civil. Agrega, ainda, discussões contidas no Plano Nacional de Turismo (PNT) 2007-2010, que prioriza a logística de transporte em um de seus macroprogramas. Também resulta do estudo contratado pelo Ministério do Turismo sobre competitividade dos 65 destinos prioritários definidos pelo PNT e da observação de investimentos realizados na Alemanha (Copa de 2006), na China, que este ano sedia os jogos olímpicos, e ainda das ações que estão em andamento na África do Sul, onde ocorrerá, em 2010, a próxima Copa do Mundo.

A ministra, além de apresentar o quadro de investimentos, detalhou que o projeto prevê, até 2014, no conjunto das cidades mais metrô. A previsão é “construir nas 11 cidades 100,9 quilômetros”.

Marta Suplicy disse que o presidente Lula gostou do projeto. “Tenho certeza que os investimentos serão feitos. Contamos da viagem que um grupo do ministério fez à África do Sul, para verificar como está o encaminhamento para Copa (de 2010) – e lá eles têm problemas de transporte e logística. Na China, vi o oposto, na preparação para a Olimpíada.

Eles estão muito avançados. Construíram muitos quilômetros de metrô. Em Xangai, para a Expo 2010, já estão construindo uma média de 20 quilômetros por ano. Este é um tipo de investimento que não dá para ser feito daqui a quatro anos. Tem de ser feito agora. A gente tem essa consciência, a ministra Dilma também. Não tenho dúvida que esse PAC da mobilidade urbana turística vai sair”, concluiu.

Excluídas – Não só Campo Grande ficou de fora da lista de cidades que querem ser sede da Copa 2014. São 18 candidatas e só nove entraram no projeto. Considerada concorrente direta de Campo Grande, Cuiabá também não está entre as que foram listadas no Projeto do Ministério do Turismo.


A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) deve escolher dez ou doze cidades para sediar grupos da Copa, segundo a previsão inicial.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)