Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/05/2008 16:54

Projeto para cidades-sede da Copa exclui Campo Grande

Marta Ferreira - Campo Grande News

Um projeto que a ministra do Turismo, Marta Suplicy, entregou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, nesta quinta-feira, exclui Campo Grande das cidades que devem receber investimentos em mobilidade urbana para a realização da Copa de 2014. O projeto também é conhecido como "PAC da Copa".

De acordo o documento apresentado pela ministra, os investimentos seriam feitos em nove cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Belo Horizonte, Porto Alegre, Fortaleza, Recife, Olinda, Natal, Maceió e Brasília. Embora seja uma ducha de água fria, a exclusão desse projeto não significa que Campo Grande está fora das sedes da Copa, pois a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), ainda não decidiu quais cidades vão receber jogos.

O orçamento necessário para o projeto apresentado pela ministra, é de R$ 38 bilhões. “Se formos analisar o que precisamos de investimentos em transporte para chegar em 2014, contando em ter o turista bem recebido, pensando na mobilidade e no trânsito nas grandes cidades que pleiteiam a Copa, os investimentos são grandes e precisam ser feitos desde já”, disse a ministra.

A proposta do Ministério do Turismo agrega contribuições de projetos elaborados nos ministérios dos Transportes, das Cidades, dos Esportes e da Casa Civil. Agrega, ainda, discussões contidas no Plano Nacional de Turismo (PNT) 2007-2010, que prioriza a logística de transporte em um de seus macroprogramas. Também resulta do estudo contratado pelo Ministério do Turismo sobre competitividade dos 65 destinos prioritários definidos pelo PNT e da observação de investimentos realizados na Alemanha (Copa de 2006), na China, que este ano sedia os jogos olímpicos, e ainda das ações que estão em andamento na África do Sul, onde ocorrerá, em 2010, a próxima Copa do Mundo.

A ministra, além de apresentar o quadro de investimentos, detalhou que o projeto prevê, até 2014, no conjunto das cidades mais metrô. A previsão é “construir nas 11 cidades 100,9 quilômetros”.

Marta Suplicy disse que o presidente Lula gostou do projeto. “Tenho certeza que os investimentos serão feitos. Contamos da viagem que um grupo do ministério fez à África do Sul, para verificar como está o encaminhamento para Copa (de 2010) – e lá eles têm problemas de transporte e logística. Na China, vi o oposto, na preparação para a Olimpíada.

Eles estão muito avançados. Construíram muitos quilômetros de metrô. Em Xangai, para a Expo 2010, já estão construindo uma média de 20 quilômetros por ano. Este é um tipo de investimento que não dá para ser feito daqui a quatro anos. Tem de ser feito agora. A gente tem essa consciência, a ministra Dilma também. Não tenho dúvida que esse PAC da mobilidade urbana turística vai sair”, concluiu.

Excluídas – Não só Campo Grande ficou de fora da lista de cidades que querem ser sede da Copa 2014. São 18 candidatas e só nove entraram no projeto. Considerada concorrente direta de Campo Grande, Cuiabá também não está entre as que foram listadas no Projeto do Ministério do Turismo.


A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) deve escolher dez ou doze cidades para sediar grupos da Copa, segundo a previsão inicial.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)