Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

10/02/2004 08:46

Projeto obriga calibração de equipamentos médicos

Agência Câmara

O deputado Carlos Mota (PL-MG) apresentou à Câmara projeto de lei (PL 1745/03) que torna obrigatória a calibração periódica de instrumentos e equipamentos utilizados na emissão de laudos médicos e odontológicos. O objetivo do parlamentar é intensificar a fiscalização sobre tais instrumentos.
De acordo com o texto apresentado, deverão constar, nos laudos e relatórios, a data da validade da calibração do instrumento e a marca, modelo e número do equipamento. Os laboratórios que emitirem laudos sem tais especificações poderão ser multados. A calibração dos intrumentos caberá ao Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

RESULTADOS ERRADOS
Na avaliação de Carlos Mota, a medida poderá salvar muitas vidas. Ele cita, como exemplo, a ocorrência de problemas em estignomanômetros (medidores de pressão) que levam a resultados errados. "Se um paciente com problemas de hipertensão for submetido a um aparelho com defeito estará correndo risco de vida", alerta o parlamentar.
O projeto tramita na Comissão de Seguridade Social e Família, onde será relatado pelo deputado Roberto Gouveia (PT-SP). A proposição também será analisada pelas comissões de Economia, Indústria e Comércio; e de Constituição e Justiça e de Redação (CCJR).

OUTRO PROJETO
Também será votado pela CCJR o PL 3110/00, do deputado Milton Monti (PMDB-SP), que obriga a exposição de informações comprobatórias da calibração de instrumentos ou equipamentos de medição que afetem produtos ou serviços oferecidos à população. O relator na comissão, deputado José Divino (PMDB-RJ), apresentou parecer pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa da proposta.
O PL 3110/00, que já foi aprovado pela Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias, deve entrar na pauta da CCJR a partir da próxima sessão legislativa, que começa em 16 de fevereiro.



Reportagem - Mauren Rojahn
Edição - Natalia Doederlein

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)