Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Outubro de 2019

Últimas Notícias

20/06/2019 11:40

Projeto obriga autor de denúncia improcedente no TCU a pagar advogado

Agência Câmara

O cidadão que apresentar denúncia considerada improcedente pelo Tribunal de Contas da União (TCU) poderá ser condenado a pagar os honorários do advogado da pessoa que ele denunciou. Essa medida está prevista Projeto de Lei 1762/19, cujo objetivo desestimular a apresentação de denúncias infundadas.

Conforme a proposta, o valor a ser pago fica limitado a 10% do suposto prejuízo aos cofres públicos apontado na denúncia.

Autor do projeto, o deputado Ricardo Barros (PP-PR), afirma que as denúncias infundadas causam transtornos ao administrador público, que, mesmo inocente, terá despesas na contratação de advogados para defendê-lo no processo instaurado no Tribunal de Contas da União.

A proposta altera a Lei Orgânica do Tribunal de Contas da União (TCU – Lei 8.443/92), que considera parte legítima para denunciar irregularidades ou ilegalidades perante o tribunal qualquer cidadão, partido político, associação ou sindicato.

Segundo o deputado, o número de denúncias infundadas feitas ao TCU cresce a cada dia, fazendo com que um instrumento legítimo de controle da legalidade e moralidade administrativa esteja cada vez mais sendo utilizado de maneira desvirtuada.

Tramitação
O projeto será analisado conclusivamente pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:
PL-1762/2019

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Outubro de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Terça, 22 de Outubro de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)