Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/08/2004 08:20

Projeto limita audiência de emissoras de rádio e TV

Agência Câmara

O Projeto de Lei 4026/04, apresentado pelo deputado Cláudio Magrão (PPS-SP), limita a concentração econômica nos meios de comunicação social por meio do controle da audiência. A proposta proíbe emissoras de rádio e televisão de montar redes nacionais de transmissão, independentemente da tecnologia utilizada para a prestação do serviço.
Ao alertar para o grande poder de mercado de algumas empresas de comunicação no Brasil, o autor do projeto lembra que o artigo 220 da Constituição proíbe o monopólio ou oligopólio no setor. “Os limites de audiência podem ser critérios para restringir essa concentração econômica", explica Magrão.

Alcance limitado
De acordo com a proposta, a concessão, permissão ou autorização para executar serviços de radiodifusão passaria a observar os seguintes limites:
1 - Estações de radiodifusão de sons e imagens: 10, sendo no máximo duas por estado;
2 - estações de radiodifusão destinadas a outros serviços ou modalidades: 10, sendo no máximo duas por estado; e
3 - estações de radiodifusão sonora:
a - ondas médias: 10, sendo no máximo duas por Estado;
b - ondas tropicais: 3, sendo no máximo duas por Estado;
c - ondas curtas: 3; e
d - freqüência modulada: 6.

Controle de audiência
O projeto determina ainda que a operação de emissoras em rede não poderá alcançar audiência nacional superior a 50% das residências, em qualquer horário. Além disso, a programação de cada emissora só poderá ser veiculada por uma estação em cada localidade, limitação que não se aplica às rádios comunitárias e às repetidoras e retransmissoras de TV pertencentes às estações geradoras.
As empresas que desrespeitarem as regras deverão corrigir as infrações em prazo não superior a quatro meses, sob pena de suspensão da operação do veículo e, em caso de reincidência, de cassação de sua outorga. A suspensão das atividades seria mantida até que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que trata da prevenção e repressão às infrações contra a ordem econômica, decida sobre a prática de domínio de mercado.

Tramitação
O projeto será encaminhado ao exame das comissões de Ciência e Tecnologia; de Comunicação e Informática; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Reportagem - Keila Santana
Edição – Rejane Oliveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)