Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/05/2009 15:21

Projeto do TJ reduz número de funcionários em cartórios

Edivaldo Bitencourt, Campo Grande News

O projeto de lei do Tribunal de Justiça começou a tramitar nesta terça-feira na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul. A proposta do presidente do órgão, desembargador Elpídio Helvécio Chaves Martins, tem vários pontos polêmicos.

Além do reajuste linear de 6% dos 3.596 funcionários do Poder Judiciário, a proposta acaba com a carreira de oficial de Justiça e prevê a implantação opcional da jornada de oito horas. Há 18 anos, os servidores cumprem jornada de seis horas.

De acordo com o presidente do Sindijus (Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário), Noestor Jesus Ferreira Leite, outro ponto polêmico é a redução no número de servidores nos cartórios. Martins oferece incentivo de 20% aos atuais escreventes judiciais para não preencher o cargo vago.

Pela proposta, o número de escreventes nos cartórios terá redução de 20%. Cada cartório passará a contar com quatro escreventes, contra cinco atuais. Em contrapartida, os trabalhadores passarão a cumprir jornada de oito horas e aumento de 20% nos salários.

Para Leite, a proposta vai na contramão das necessidades do Judiciário sul-mato-grossense. Em sete anos, o número de servidores teve acréscimo de 58%, de 2.269 para 3.596. No mesmo período, a quantidade de processos cresceu 136%, de 257.137, em andamento em dezembro de 2001, para 608.405 no final do ano passado.

O sindicato tentará convencer os deputados estaduais a alterar a proposta. Caso não consiga promover as alterações, o Sindijus ameaça ir a Justiça contra o novo PCC (Plano de Cargos e Carreiras).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)