Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/07/2004 08:55

Projeto disciplina criação de cães violentos

Agência Câmara

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania está examinando o Projeto de Lei 3721/04, que disciplina a criação de cães das raças pitbull, dobberman, fila brasileiro e rottweiller, além de seus mestiços e outros animais de porte físico e força semelhantes, segundo classificação da Federação Cinológica Internacional (FCI). A proposta, do deputado Carlos Nader (PFL-RJ), também regulamenta a condução desses animais em via pública.
De acordo com o PL, os cães serão registrados em entidade oficialmente reconhecida até os seis meses de idade. No ato do registro, será exigida a comprovação de vacinação, em especial a medicação contra hidrofobia (raiva) e a declaração da finalidade de criação do animal. Nos municípios onde não houver entidade oficialmente reconhecida para esse fim, o registro, que será renovado anualmente, será feito em local determinado pela prefeitura.
O descumprimento da lei resultará em apreensão do animal e seu encaminhamento ao canil municipal ou estadual; e multa ao proprietário no valor de 500 Ufirs (o equivalente hoje a R$ 745), que será cobrada em dobro em caso de reincidência.
Ainda pela proposta, o proprietário deverá afixar em local visível, no imóvel onde é mantido o cão, placas de advertência informando a raça e a periculosidade do animal. O cão mantido solto em residência ou estabelecimento comercial equipado com portão eletrônico ficará a uma distância mínima de dois metros do portão, tendo seu deslocamento restrito por meio de delimitador físico.

Pitbull
Na opinião do autor do projeto, embora criadores e veterinários garantam que o pitbull é um cão como qualquer outro, a origem da raça dá margem a dúvidas. Carlos Nader lembra que essa raça foi desenvolvida por meio do cruzamento entre cães agressivos, no século XIX, para brigar com touros.
"O pitbull é dócil, porém extremamente forte, e por isso pode ser aproveitado em rinha quando é treinado", observa o deputado. "Estou convencido de que precisamos munir a sociedade de mecanismos eficientes para sua proteção e para assegurar a integridade física e patrimonial de todos".

Tramitação
A proposta, sujeita à apreciação do Plenário, está apensada ao PL 2143/99, do ex-senador Luiz Estevão, que trata do registro genealógico de cães e cria identificação especial para cães perigosos. As proposições têm como relator na CCJ o deputado Luiz Couto (PT-PB).



Da Redação/RO

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)