Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

31/08/2005 13:30

Projeto de Luizinho foi aprovado pela Assembléia

Aline Avancini
Dalmo CúrcioDalmo Cúrcio

Aprovado ao expediente de ontem, o projeto de lei nº 190/04, de autoria do deputado Luizinho Tenório (PL), que dispõe sobre a obrigatoriedade de disponibilizar aparelho desfibrilador cardíaco em locais públicos com grande concentração de pessoas, como estações rodoviárias, ferroviárias e aeroportos em todo Mato Grosso do Sul. O aparelho permite que uma pessoa possa ser socorrida de uma parada cardíaca, sem precisar ser deslocada até um hospital.
A relevância da presença de um desfibrilador cardíaco (aparelho utilizado para restabelecer a freqüência cardíaca) – em terminais rodoviários, ferroviários, aeroportos, portos e em locais com grande aglomeração de pessoas, como estádios poliesportivos – tornou-se uma preocupação Nacional.
Para assegurar atendimento imediato a complicações cardíacas, ainda ano passado, o deputado Luizinho propôs projeto de lei à Assembléia Legislativa, com o intuito de assegurar a presença do desfibrilador em locais de concentração superior a 1.500 pessoas, além de funcionários capacitados para operá-lo.
A cada dia, são mais freqüentes os relatos de mortes pela não assistência, devido à falta do equipamento. Durante o ano passado, a rapidez no atendimento de complicações cardíacas tornou-se tema polêmico, frente a seguidas mortes de jogados de futebol em campo.
O projeto de Lei de Luizinho dispõe sobre “a obrigação de treinamento e capacitação de pessoa em prestar suporte básico de vida e sobre o uso de Desfibrilador Externo Automático (DEA) – utilizá-lo em pacientes vítimas de parada cardíaca – em locais previamente determinados”. O projeto já foi aprovado em segunda votação na Assembléia Legislativa e agora será encaminhado ao Poder Executivo.
Lei Municipal recente também garantiu a presença do equipamento. De autoria do vereador Celso Ianaze (PMDB), foi sancionada pelo prefeito Nelsinho Trad (PMDB). Conforme Luizinho, “agora só falta ampliar a legislação que obriga a presença do desfibrilador para todo o Mato Grosso do Sul. Isso garantiria a vida para milhares de pessoas, que por ventura precisariam de assistência rápida num ataque cardíaco, por exemplo”, pontuou o deputado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)