Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/03/2005 15:22

Projeto altera auxílio-invalidez de militares

Agência Câmara

A Câmara analisa proposta que suprime da legislação em vigor (Lei 10486/02) dispositivos que exigem que o policial militar que receba auxílio-invalidez comprove a necessidade de hospitalização permanente e de assistência ou de cuidados permanentes de enfermagem. O Projeto de Lei 4859/05 foi apresentado pelo deputado Alberto Fraga (PTB-DF). Segundo o autor da proposta, é importante que os policiais e bombeiros inválidos não tenham de estar permanente hospitalizados para comprovar que não podem trabalhar, uma vez que é de conhecimento público o alto risco da profissão.
Ele afirma que, embora o registro de casos de militares permanentemente inválidos para qualquer trabalho e com necessidade de assistência de saúde, muitos não recebem o auxílio-invalidez. O deputado argumenta que a própria medicina tem recomendado terapias, que não obrigam o paciente a ficar hospitalizado, pois envolvem a participação da família. “Além disso muitos policiais e bombeiros militares adquiriram enfermidades durante o serviço e destinam boa parte dos salários para medicamentos”.

Incpacitação permanente
Alberto Fraga cita, como exemplo, os casos de acidentes que resultam em paraplegia ou tetraplegia. Em boa parte desses casos, segundo ele, o militar tem gastos com cadeiras de rodas especiais, medicação, massagistas e terapeutas, mas infelizmente não recebe qualquer apoio.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)