Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/03/2006 14:16

Profissionais discutem serviço móvel de urgência

Irene Lôbo / ABr

Mais de 1,3 mil profissionais que trabalham no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU/192) em todo o país estão reunidos a partir de hoje (20) no 1º Congresso da Rede Nacional SAMU 192. Eles vão trocar experiências, avaliar o desempenho do serviço e verificar o que precisa ser melhorado.

O SAMU foi lançado pelo Ministério da Saúde em setembro de 2003, mas começou a ser implantado no país em 2004. Segundo o Ministério da Saúde, atualmente são atendidos pelo programa 82,3 milhões de brasileiros em 604 municípios de 24 estados e do Distrito Federal. A rede de atendimento é composta por 91 serviços.

A coordenadora nacional do SAMU, Irani Ribeiro de Moura, diz que até o final de abril serão habilitadas mais 25 serviços, totalizando uma rede de 116 SAMUs em 870 municípios, ampliando a cobertura para 92 milhões de brasileiros.

"Com a implantação do SAMU nós queremos mudar o cenário de atenção às urgências no país. Hoje um cidadão procura uma unidade, espera de uma a duas horas para ser atendido, e às vezes não é o melhor local para o seu atendimento", afirma Moura.

Segundo ela, a partir da implantação do SAMU, a população passou a ter um número gratuito, 192, que uma vez acionado permite o contato imediato com o médico. O profissional pode orientar o paciente ou, nos casos mais graves, encaminhar uma ambulância para dar o primeiro atendimento em domicílio ou no local do acidente.

Além das ambulâncias, o serviço também conta com helicópteros e aviões para o transporte de urgência. O serviço aéreo do SAMU funciona em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O chefe da divisão de saúde e assistência social da PRF, Marcos Basílio, explica que o transporte de vítimas de acidentes ou enfermos envolve três níveis. O terrestre é feito por ambulância para distâncias de até 100 km. O segundo nível, que são os helicópteros, cobrem de 100 a 400 km e o último nível são os aviões de maior porte ou jatos.

Em Brasília, a PRF oferta duas aeronaves com dois tripulantes, e o SAMU envia um médico e um enfermeiro para cada uma. Pelo serviço, o Ministério da Saúde repassa R$ 35 mil por mês.

"A polícia rodoviária vem agregar ao SAMU o nível intermediário, com duas aeronaves no sistema, podendo num futuro próximo compor as equipes do próprio ministério", acredita Basílio.

Nesta segunda-feira, os profissionais do SAMU tiveram acesso aos cursos "pré-congresso". Um dos que mais atraiu profissionais foi o de Transporte e Resgate Aeromédico, que ensinou como deve ser feito o atendimento e o transporte de pacientes em situação de emergência nos helicópteros da rede.

Até o dia 23 de março, vão ser debatidos temas como organização regional, a importância dos comitês gestores, regulação médica, organização dos serviços, capacitação e educação permanente dos trabalhadores.

Ao final das discussões serão elaborados relatórios com propostas e encaminhamentos para apresentação em plenária. A abertura oficial do 1º Congresso da Rede Nacional SAMU 192 será feita pelo ministro da Saúde, Saraiva Felipe, amanhã (21), às 20h.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)