Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/11/2005 15:14

Professores universitários devem continuar em greve

Humberto Marques / Campo Grande News

Os professores universitários não chegaram a um acordo com o governo federal para encerrar a greve da categoria, que dura dois meses e prejudica o funcionamento de instituições de ensino superior no País. Durante a reunião promovida hoje, a presidente do Andes (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior), Marina Barbosa, informou que não houve avanços em relação à proposta anterior da União. “O que o governo fez foi nos entregar formalmente um documento, em que ele reproduz e ratifica exatamente a mesma proposta entregue nas duas últimas rodadas de negociação que já foram rejeitadas por unanimidade pela categoria”, destacou.

Os professores pedem a paridade dos salários de trabalhadores da ativa e aposentados, isonomia nas gratificações e reajuste de 18% nos vencimentos básicos. O secretário-executivo do MEC (Ministério da Educação), Ronaldo Teixeira, disse que o governo acrescentou na proposta a criação de um grupo de trabalho, para definir o novo plano de carreira para os professores. “Houve uma novidade significativa, que é a formação de um grupo de trabalho para a reestruturação da carreira conjunto, para discutir uma carreira comum entre professores de primeiro, segundo e terceiro graus”. Segundo a Folha Online, a paralisação atinge até 70% dos professores em 40 universidades federais do Brasil. Em Mato Grosso do Sul, a greve não atinge os professores - a instituição enfrenta a paralisação de determinados setores administrativos, como no Hospital Universitário.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)