Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/06/2004 14:54

Professores serão capacitados para lecionar no campo

Jacqueline Lopes / Campo Grande News

Com o projeto de levar alfabetização para 5 mil pessoas na zona rural de Mato Grosso do Sul, o MOVA 2004 vai trabalhar com o professor que tenha o ensino médio completo. A coordenadora de educação do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra), Elizandra Gonçalves do Nascimento, lembra que a escolarização adequada é uma deficiência nos assentamentos e acampamentos. “Quem tem o ensino médio ou o magistério está nas salas de aula da cidade. Mas a iniciativa da secretaria de capacitar esses professores é importante porque assim é possível superar essa dificuldade”, afirma.
O MST formará, a princípio, 50 turmas de alfabetização através de um convênio com o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária. No entanto, a expectativa é de que, com uma parceria com a Secretaria Estadual de Educação, seja possível abrir novas turmas.
A Secretaria do Estado de Educação pretende capacitar, este ano, pelo menos 300 alfabetizadores, embora o número de professores esteja relacionado ao número de turmas formadas nos 109 assentamentos, em 46 municípios, e 124 acampamentos, em 49 municípios de Mato Grosso do Sul. Elizandra Nascimento acrescenta que no início do ano cerca de 35 pessoas do MST receberam a formação oferecida pela Secretaria, através do Comitê Estadual de Educação do Campo. “A capacitação continuada é importante para a permanência no campo e a conquista de novas escolas”, destaca.
Segundo a assessoria do governo estadual, o coordenador de educação da Comissão Pastoral da Terra regional, Valdevino Santiago diz que outro obstáculo que precisa ser superado é a motivação do alfabetizando, porque, devido às distâncias, á muita dificuldade em reunir a turma. “Nós faremos um trabalho para organizar essas pessoas, mobilizá-las para a educação popular”, acrescenta. A Comissão Pastoral da Terra foi a primeira entidade a trabalhar a alfabetização nos assentamentos e acampamentos do estado, há 20 anos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)