Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/05/2015 07:33

Professores federais cruzam os braços em paralisação nesta sexta

Midiamax

Professores e administrativos das Universidades Federais de Mato Grosso do Sul, cruzam os braços nesta sexta-feira (29). A paralisação foi decidida durante assembleia da ADUFMS (Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), na última terça-feira (26).

Na ocasião o diretor financeiro da ADUFMS, Marco Aurélio, 1.320 professores e três mil administrativos reivindicam reajuste e reestruturação da carreira com progressão funciona entre um nível profissional e outro.

Em abril deste ano, os professores decidiram por defender as reivindicações do Andes-SN (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior) entregue ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e MEC (Ministério da Educação).

A proposta prevê mudança na data base do salário mínimo calculado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), que em fevereiro deste ano foi R$ 3,1 mil para 20 horas aulas, para professor em início de carreira. O objetivo é que os docentes passem a receber a partir de 2016, R$ 6,2 mil para 40 horas aula.

Ainda conforme a proposta, os mestre iniciariam a carreira com salário de R4 9,6 mil e doutores R$ 16,2 mil. Além da greve de hoje, que ocorre em todo o país, outra paralisação está prevista para o dia 15 de junho.

Em Mato Grosso do Sul conta com universidades federais em Aquidauana, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Coxim, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas e deve atingir 16 mil alunos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)