Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/03/2008 08:09

Professores de Mato Grosso iniciam greve nesta sexta

24horas news

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso realiza nesta sexta-feira, o início da greve da categoria. Os trabalhadores da educação exigem a implantação do Piso Salarial Nacional Profissional de R$ 1.050 (nível médio) e de R$ 1.575,00 (nível superior). Na Capital, a mobilização ocorre na Praça Alencastro, a partir das 14 horas.

Os diretores regionais estão realizando uma maratona de visitas aos municípios que pertencem aos 15 pólos. O objetivo é conscientizar a categoria sobre a importância da realização de atos públicos para informar a população, sensibilizar os representantes do poder público e reforçar a luta pela aplicação imediata do piso salarial nacional. Em Várzea Grande, os profissionais da Educação vão se reunir na Praça Nossa Senhora do Carmo, às 8 horas. Já em Rondonópolis, os trabalhadores vão se concentrar na Praça Brasil, às 8 horas, e seguir em caminhada até a sede da Prefeitura.

As subsedes têm promovido assembléias com os profissionais da educação nos municípios para discutir e preparar o início da greve, no dia 14 de março, e construir novas proposições a serem apresentadas no próximo Conselho de Representantes, marcado para os dias 15 e 16 de março, e assembléia geral do dia 17 de março, às 14 horas, na Escola Estadual Presidente Médici, em Cuiabá.

O sindicato está há um ano na luta pela implantação do piso salarial de R$ 1.050,00. Entretanto, o governo do Estado não sinalizou com uma proposta para o piso. Segundo o presidente do Sintep/MT, Gilmar Soares Ferreira, foram feitas muitas tentativas de negociação com o governo, com apresentação de números que apontam a viabilidade de implantação do piso salarial no Estado. "A Secretaria não pode nos acusar de irresponsabilidade e esgotamento nas negociações. Sem uma proposta, partiremos para a paralisação por tempo indeterminado", ressalta.

Os estudos realizados entre o Sintep/MT e a equipe de governo, na Secretaria de Estado de Educação (Seduc), sobre os recursos da educação, apontam a viabilidade de implantação do piso. Basta que o governo aplique efetivamente todos os recursos constitucionais na educação (inclusive o IRRF) e, no mínimo, 28% dos 35% garantidos na Constituição Estadual.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)