Cassilândia, Terça-feira, 23 de Julho de 2019

Últimas Notícias

14/03/2008 08:09

Professores de Mato Grosso iniciam greve nesta sexta

24horas news

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso realiza nesta sexta-feira, o início da greve da categoria. Os trabalhadores da educação exigem a implantação do Piso Salarial Nacional Profissional de R$ 1.050 (nível médio) e de R$ 1.575,00 (nível superior). Na Capital, a mobilização ocorre na Praça Alencastro, a partir das 14 horas.

Os diretores regionais estão realizando uma maratona de visitas aos municípios que pertencem aos 15 pólos. O objetivo é conscientizar a categoria sobre a importância da realização de atos públicos para informar a população, sensibilizar os representantes do poder público e reforçar a luta pela aplicação imediata do piso salarial nacional. Em Várzea Grande, os profissionais da Educação vão se reunir na Praça Nossa Senhora do Carmo, às 8 horas. Já em Rondonópolis, os trabalhadores vão se concentrar na Praça Brasil, às 8 horas, e seguir em caminhada até a sede da Prefeitura.

As subsedes têm promovido assembléias com os profissionais da educação nos municípios para discutir e preparar o início da greve, no dia 14 de março, e construir novas proposições a serem apresentadas no próximo Conselho de Representantes, marcado para os dias 15 e 16 de março, e assembléia geral do dia 17 de março, às 14 horas, na Escola Estadual Presidente Médici, em Cuiabá.

O sindicato está há um ano na luta pela implantação do piso salarial de R$ 1.050,00. Entretanto, o governo do Estado não sinalizou com uma proposta para o piso. Segundo o presidente do Sintep/MT, Gilmar Soares Ferreira, foram feitas muitas tentativas de negociação com o governo, com apresentação de números que apontam a viabilidade de implantação do piso salarial no Estado. "A Secretaria não pode nos acusar de irresponsabilidade e esgotamento nas negociações. Sem uma proposta, partiremos para a paralisação por tempo indeterminado", ressalta.

Os estudos realizados entre o Sintep/MT e a equipe de governo, na Secretaria de Estado de Educação (Seduc), sobre os recursos da educação, apontam a viabilidade de implantação do piso. Basta que o governo aplique efetivamente todos os recursos constitucionais na educação (inclusive o IRRF) e, no mínimo, 28% dos 35% garantidos na Constituição Estadual.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 23 de Julho de 2019
Segunda, 22 de Julho de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
07:30
Cassilândia
Domingo, 21 de Julho de 2019
17:25
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)