Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/01/2014 10:01

Professores concursados protestam na prefeitura e exigem nomeação

Campo Grande News

Em protesto ainda tímido, um pequeno grupo de aprovados no concurso da Semed (Secretaria Municipal de Educação), realizado em 2009, reúne-se em frente à prefeitura de Campo Grande (MS), na manhã de hoje (14), para pedir a nomeação do cargo. O concurso, que já foi renovado, vence no dia 25 de janeiro.

Segundo os manifestantes, que prometem ficar por lá o dia todo, na sexta-feira (10) foi aberto edital de seleção da Semad (Secretária Municipal de Administração)/Semed para contratação de temporários, citando “inexistência de profissionais aprovados em concurso público”, o que revoltou a categoria. As vagas são para escolas municipais e Ceinfs (Centros de Educação Infantil).

Em novembro foram chamados 332 profissionais dos 613 aprovados, conforme dados da Semad. Porém, alguns não se apresentaram ou não foram aprovados em outras etapas do concurso, o que resultou, no fim, em 252 concursados ainda na lista de espera.

O grupo garante que já ingressou com ação na Justiça para que possam ser nomeados e aguardam um posicionamento da prefeitura. O MPE (Ministério Público Estadual) também ingressou com ação civil pública na Justiça para obrigar a contratação de 281 professores aprovados no concurso de 2009.

A pedagoga Marlene Batista, 40 anos, afirmou que o grupo vai se articular a partir de hoje até que os aprovados sejam nomeados.

“Fomos aprovados em concurso e aguardamos a nomeação que, inclusive, era promessa de campanha do prefeito, de que trabalharia com concursado”.

Outra pedagoga de 27 anos, que preferiu não se identificar, disse que a esperança é de ser chamada para vaga pura, ou, ao menos, na contratação de temporários, que tem inscrições abertas até o dia 20 de janeiro. “Trabalhava em vaga pura que podia ser minha, enquanto concursada”, disse.

A maioria dos aprovados que espera a nomeação, trabalhou em 2013 como temporário, por isso eles tentam com o protesto fazer com que o Executivo responda com a nomeação.

Os manifestantes prometem ficar em frente ao prédio do Executivo o dia todo. Dentre os cartazes estão frases como: “Senhor prefeito não somos inexistentes, somos de um concurso vigente”, “Aprovados em concurso existem sim! Estamos aqui”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)