Cassilândia, Sábado, 24 de Junho de 2017

Últimas Notícias

14/11/2005 09:48

Professora de MS recebe prêmio das mãos do ministro

A professora Cristina Pires Dias Lins, da Escola Municipal Neil Fioravanti, em Dourados – MS, foi agraciada pelo Prêmio Professores do Brasil, na categoria Ensino Fundamental, com o projeto Intercâmbio cultural: Indígenas e não indígenas respeitando as diferenças, repudiando as injustiças e discriminações. O prêmio valoriza o empenho dos professores brasileiros que atuam na educação infantil e no ensino fundamental e contribuem de forma inovadora para o desenvolvimento do setor.

O prêmio é fruto da união de duas importantes e tradicionais premiações do Brasil: o Prêmio Incentivo à Educação Fundamental, promovido pela Fundação Bunge há 10 anos, e o Prêmio Qualidade na Educação Infantil, oferecido pela Fundação Orsa há 6 anos. Ambas as instituições, em parceria com o Ministério da Educação, somaram potencialidades e experiências para premiar 20 professores de todo o País, sendo 10 da educação infantil e 10 do ensino fundamental.

Os vencedores serão contemplados com um prêmio de R$ 5.000,00 e receberão, além de um diploma, um troféu criado especialmente para a ocasião pela artista plástica Maria Bonomi. Os ganhadores viajarão à Brasília, sem custos, para a solenidade de entrega do prêmio, que será realizada em 23 de novembro, com a presença do Ministro da Educação, Fernando Haddad.

Paralelamente, a Fundação Bunge e a Fundação Orsa, juntamente com o Ministério da Educação, promoverão o I Seminário Professores do Brasil, em Brasília, em 22 de novembro. O evento tem como objetivo permitir a troca de experiências entre os educadores premiados e professores da rede pública de ensino do Distrito Federal.

Sobre o projeto - “Intercambio cultural: Indígenas e não indígenas respeitando as diferenças, repudiando as injustiças e discriminações”

O projeto “Intercambio cultural: Indígenas e não indígenas respeitando as diferenças, repudiando as injustiças e discriminações” surgiu com o objetivo de fazer os alunos respeitarem a diversidade cultural e os valores indígenas. Para isso a professora utilizou livros, recortes e colagens para resgatar e contar a histórias dos índios.

Foi realizada uma campanha para arrecadar vestuário e alimentação para as tribos e visita dos índios a escola, onde foram recepcionados pelos alunos com apresentações sobre a cultura indígena.

Para finalizar, os estudantes fizeram propostas para a câmara dos deputados para a melhoria da vida dos índios da região. Duas destas propostas viraram projetos de leis.

Por meio do projeto, a professora Cristina conseguiu promover a inclusão social dos indígenas e avanços nas áreas de ensino.


Sobre a Fundação Bunge

Criada em 1955, a Fundação Bunge, braço social das empresas Bunge no Brasil, tem suas atividades focadas na área da educação, com ênfase no ensino fundamental. Valoriza o conhecimento, incentiva o voluntariado e promove ações educativas e de preservação da memória empresarial. Dentre as iniciativas realizadas, destacam-se o programa de voluntariado corporativo Comunidade Educativa, o Centro de Memória Bunge, o Prêmio Fundação Bunge e o Prêmio Professores do Brasil, além do ReciCriar – A Pedagogia do Possível.

Sobre a Fundação Orsa

Criada em 1994, a Fundação Orsa promove a formação integral de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social. Ela atua como Sementeira, estabelecendo modelos de propostas com objetivo de propor, influenciar e melhorar políticas públicas. Com atuação nas áreas de Educação, Saúde e Promoção Social, a Fundação Orsa realiza mais de 1 milhão de atendimentos/ano, trabalho realizado dentro de um planejamento de longo prazo via repasse de 1% do faturamento bruto anual das empresas do Grupo Orsa e aos recursos de diversas parcerias.



Assessoria de Imprensa da Fundação Bunge

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 24 de Junho de 2017
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)