Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/06/2008 13:27

Produtores de MS recebem cartilha sobre Vazio Sanitário

Fabiane Sato

Para divulgar a importância do Vazio Sanitário em Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado através da Secretaria de Produção do Turismo (Seprotur) e a Agência de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), com o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL) e da Associação de Produtores de Soja (Aprosoja) lançou nesta sexta-feira (13), durante o 1º Seminário sobre Ferrugem Asiática, uma cartilha de combate à doença.

A cartilha explica o que é o Vazio Sanitário e a Lei Estadual 3.333, que dispõe sobre medidas sanitárias para a prevenção, o controle e a erradicação da Ferrugem Asiática da Soja em MS. “Temos que agir agora para que nós não soframos depois”, afirmou o vice-presidente da FAMASUL, Eduardo Riedel.

O Vazio Sanitário é uma estratégia de manejo que visa reduzir a propagação da Ferrugem Asiática. A medida retarda a entrada da doença na lavoura e reduz a quantidade de aplicação de fungicida. Em Mato Grosso do Sul, o Vazio acontece entre os dias 1º de julho a 30 de setembro. Neste período é obrigatória a total ausência de plantas de soja.

A Lei Estadual 3.333 tornou obrigatório o Vazio Sanitário e prevê multas de 200 a 1.000 ufrms para os produtores rurais que não cumprirem a regra. A legislação foi uma exigência da classe produtora para que exista controle de plantas voluntárias, cadastramento das áreas com cultivo de soja, monitoramento da cultura e informação de foco da doença na lavoura.

A cartilha está a disposição dos produtores na Iagro ou na FAMASUL. A Iagro também disponibiliza o telefone 0800 647 2788 para orientar os sojicultores quanto a legislação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)