Cassilândia, Domingo, 23 de Julho de 2017

Últimas Notícias

06/03/2010 12:52

Produtor tem 3 meses para resgatar 10 anos do Funrural

Campo Grande News/ Fernanda Mathias

Após decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) considerando inconstitucional a cobrança do Funrural, produtores têm três meses para ingressar com ação pedindo a restituição dos valores recolhidos nos últimos 10 anos.

Quem não entrar com a ação até os primeiros dias de junho só poderá pleitear os valores dos últimos cinco anos, alerta o advogado Leonildo José da Cunha, especialista em Direito Público e mestrado em Direito Internacional.

Em visita ao Campo Grande News ele destacou que para evitar perdas os produtores precisam ingressar com o pedido de restituição dos valores o quanto antes, uma vez que cada dia que passa é um dia perdido para a reposição.

Segundo o advogado, os valores a serem reembolsados em Mato Grosso do Sul são vultosos. Tomando como exemplo a produção do último ano, só no caso da soja são R$ 46,5 milhões e para o boi chega a R$ 80 milhões. “Você imagina a diferença que faz esses valores para a movimentação econômica do Estado”, diz.

Em Mato Grosso do Sul vários produtores já ingressaram com pedido de reembolso. O advogado cita o exemplo de um de seus clientes que, com pouco mais de 1,5 mil hectares tem R$ 1,1 milhão a receber. Por enquanto não há decisões em relação aos processos ingressados pelos produtores do Estado, mas outros do Paraná, São Paulo e Santa Catarina já foram ressarcidos, lembra o advogado.

Os processos demoram de 3 a 5 anos para serem julgados mas a expectativa é que com digitalização na Justiça Federal o tempo seja reduzido.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 23 de Julho de 2017
08:00
Receita do dia
Sábado, 22 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
Sexta, 21 de Julho de 2017
11:00
Mundo Fitness
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)