Cassilândia, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

03/11/2008 12:58

Produtor quer ajuda para equilibrar excedente de milho

Fernanda Mathias - Campo Grande News

No dia 20 de outubro a Famasul com a Aprosoja e a Organização das Cooperativas Brasileiras de MS solicitou ao secretário de Política Agícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Edílson Guimarães, apoio do governo federal para escoar produtos.

Segundo a entidade, há um excedente de milho no estado. Nas contas da FAMASUL, somadas as safras de verão (2007/2008) e a safrinha deste ano foram produzidas 3.524.300 toneladas de milho. Conforme os cálculos da entidade são estimados um excedente de 1.224.300 toneladas de milho.

A preocupação dos produtores está no alto custo de produção da próxima safra estimado em R$ 18 por saca de 60 kg. “Somado a isso temos uma forte retração dos preços do commodities e a escassez de recursos da safra”, explica o vice-presidente. A dificuldade será garantir que os preços do milho sejam compatíveis com o valor de produção.

O governo federal autorizou recentemente a destinação de R$ 6 milhões para compra de milho e trigo que vão reforçar os estoques públicos. O vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Eduardo Riedel, diz que “ainda não é o suficiente, seria preciso um volume maior de recurso para garantir valores melhores para os produtos”.

Conforme a Conab no Estado, as sacas serão adquiridas pelo valor de R$ 14 e a compra segue até o dia 31 deste mês, com um limite de 10 mil sacas por produtor.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Novembro de 2017
Domingo, 19 de Novembro de 2017
11:00
Mundo Fitness
Sábado, 18 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)