Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

04/08/2005 13:41

Produtor economiza R$ 17 milhões sem etapa de vacinação

Fernanda Mathias / Campo Grande News
David MajellaDavid Majella

A supressão da etapa de vacinação de bezerros contra febre aftosa, estudada pela Iagro (Agência Estadual de Defesa Animal e Vegetal) para ocorrer em Mato Grosso do Sul, pode proporcionar ao produtor rural economia de cerca de R$ 17,5 milhões, considerando rebanho de 7 milhões de bezerros e custo de R$ 2,5 por animal, somando vacina, taxa e mão-de-obra, segundo o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Laucídio Coelho Neto.
Mais que dar fôlego ao setor, que acumula perda de 13% na arroba no primeiro semestre deste ano, a medida também serve para mostrar que Mato Grosso do Sul está avançando em busca do status de área livre de aftosa sem vacinação. “Esta é uma proposta da Acrissul que tem mais de dois anos e por enquanto é o passo que podemos dar. Precisamos que o Paraguai mantenha o status de área livre de febre aftosa e que a Bolívia avance na defesa, porque ainda está muito atrasada e tem casos de aftosa no norte. Para nossa sorte a área de fronteira com o Mato Grosso do Sul é considerada livre da doença”, afirma Laucídio.
Ele recorda que esta etapa de vacinação foi criada em um momento de emergência, quando foi constatado o foco de febre aftosa em Porto Murtinho. Estados como São Paulo, Paraná e o Mato Grosso não têm esta etapa, importante àquela época para garantir a segurança do rebanho de Mato Grosso do Sul, mas que agora não se justificaria mais. A proposta é adiantar a vacinação geral do rebanho – de mamando a caducando – para maio e passar a etapa de maio, envolvendo animais de 12 a 24 meses, para novembro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)