Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/09/2005 15:19

Produção dobrou em dois anos

Famamsul Notícias

A produção de mel em Mato Grosso do Sul praticamente dobrou nos últimos dois anos, saltando de 300 toneladas/ano para 600 toneladas/ano. O motivo do salto foi a ampliação no número de produtores e a participação do mel sul-matogrossense em feiras internacionais, com inúmeras premiações. No entanto, ainda falta qualificação à atividade no Estado. “Menos de 10% dos apicultores de MS são profissionais”, destacou Albano Dembogurski.

Para tentar reverter este quadro a associação tem investido em cursos e palestras sobre como investir na atividade, manejo básico, entre outros temas. “Isso é muito importante para que o Estado consiga ser um grande exportador de mel”, frisou Albano lembrando que MS passou de produção inexpressiva para considerável, e com condições de competir com países mais desenvolvidos.

“Nossas floradas silvestres são mais vigentes, mais diferenciadas, e temos condições, com profissionalização, de competirmos no mercado europeu, japonês e norte-americano”, enfatizou.

Cursos - Para setembro e outubro a ASA tem programados dois cursos: Apicultura Básica, nos dias 16,17, 23 e 24 de setembro, na Uniderp; e Manejo Básico de Colméias, nos dias 4 e 7 de outubro. Mais informações pelos telefones 318-300 ou 321-6405.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)