Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/08/2008 20:00

Procuradoria denuncia prefeito e 7 vereadores de Japorã

Sandra Luz/Campo Grande News

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul recebeu ontem denúncia contra o prefeito de Japorã Rubens Freire Marinho (PT). A denúncia, oferecida pela PGJ (Procuradoria Geral de Justiça) inclui, ainda, sete vereadores da cidade. Eles foram acusados de extorsão, uso indevido do dinheiro público e falsidade ideológica.

De acordo com a PGJ, Marinho e sete vereadores impuseram à Câmara da cidade que fosse declarado, por meio de escrituras públicas, confissão de uma dívida no valor de R$ 50 mil em benefício de uma terceira pessoa. O nome do beneficiário não foi divulgado. O objetivo era garantir acordo político para manipular a eleição e, desta forma, decidir a composição da mesa diretora da Câmara de Japorã, que tem nove vagas.

Após acertar a composição da mesa diretora, o prefeito ainda fez nova proposta à Câmara. Desta vez, o beneficiário de R$ 50 mil seria o próprio prefeito. Além disso, Marinho é acusado de ameaçar o presidente da Câmara, João Carlos Teodoro, de denunciá-lo por extorsão se não acatasse as ordens.

O prefeito e os sete vereadores são acusados, também, de hospedarem em um hotel em Guaíra (PR), em dezembro de 2006, usando indevidamente dinheiro público.

Além do prefeito, foram denunciados os vereadores João Carlos Teodoro, Lindomar de Oliveira, Jair de Souza Lima, Edivaldo Cangussu Meira, Luiz da Silva Francisco, Arlindo Perin, e Gilvan Perin. Todos serão ouvidos pelo Tribunal de Justiça para contestar as acusações.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)