Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/07/2005 13:52

Procurador espera provas para avaliar prisão de Valério

Inara Silva / Campo Grande News

O procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, disse à direção da CPMI dos Correios (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que investiga denúncia de corrupção na ECT – Empresa de Correios e Telégrafos) disse que, por enquanto, não vai pedir a prisão do empresário Marcos Valério, acusado de ser o operador do esquema do mensalão. A informação é do relator da CPI, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), que informou que o procurador disse ainda não ter provas suficientes para propor a prisão e que não há prazo para a tomada de uma decisão.
Valério é acusado de ser o coordenador do mensalão – a mesada de R$ 30 mil que, segundo denúncias do deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), teria sido paga por dirigentes do PT a deputados do PP e do PL, partidos aliados, para que votassem de acordo com a orientação do governo.
O presidente da CMPI, senador Delcidio Amaral (PT-MS), o relator, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) e os sub-relatores - deputados Gustavo Fruet (PSDB-PR), Carlos Sampaio (PSDB-SP) e Carlos Abicalil (PT-MT) – devem se reunir hoje com o secretário substituto da Receita Federal, Ricardo Pinheiro. No encontro, os parlamentares vão pedir à Receita apoio para analisar a movimentação financeira das contas do empresário Marcos Valério. Com informações da Agência Senado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)