Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/03/2004 18:04

Procurador diz que consumidor pode acionar governo

Caio d´Arcanchy / Campo Grande News

O artigo 22 do Código de Defesa do Consumidor estabelece que todo serviço público tem que ser prestado de forma eficiente e segura. Dessa maneira, de acordo com o procurador Antônio Ezequiel de Araújo, da Procuradoria dos Direitos do Cidadão, do Ministério Público do Distrito Federal, o cidadão pode entrar na justiça para exigir indenização no caso de ter o carro danificado por um buraco nas ruas e malhas viárias.

Em entrevista ao programa A Vez do Consumidor, da Rádio Nacional de Brasília, o procurador disse que há omissão do poder público quando não faz a manutenção correta e não substitui o asfalto que já teve a durabilidade esgotada – cerca de 10 anos. “Não adianta operação tapa-buracos; isso é jogar dinheiro no lixo. Hoje você tampa, amanhã o buraco reaparece ainda maior”, afirmou.

O consumidor que se sentir prejudicado, deve pedir três orçamentos em oficinas distintas. A oficina escolhida para realizar o conserto deverá emitir uma nota fiscal. Com posse dos orçamentos e da nota fiscal do serviço, o consumidor terá de registrar um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia. De posse de todos os documentos, o consumidor terá de constituir um advogado e acionar a Vara de Fazenda Pública com ação de perdas e danos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)