Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/07/2013 15:22

Procon está fechado; Executivo muda ex-dirigente de função e ela desabafa

Bruna Girotto

Sônia Cristina era a responsável pelo Procon em Cassilândia (MS). O programa Rotativa no Ar recebeu a informação de que o Procon estava fechado e, ao procurar Sônia, encontrou-a trabalhando no CRAS. Ao programa, ela concedeu entrevista para explicar o motivo do fechamento e de sua mudança de função. 

Ela disse que realizou cursos on-line e apostilados para poder trabalhar no Procon. "Eu não sou concursada para trabalhar no Procon. Mas como a prefeitura tem o direito de mudar o funcionário de função, no dia 07 de janeiro me mandaram para o Procon, que eu estava dirigindo", iniciou sua explicação.

No dia 16 de junho de 2013, segundo informou, ela foi ao centro da cidade comprar algumas coisas. "Entrei na loja e olhei uma 'saleira' e perguntei para a vendedora, eu gostaria de levar, mas lá fora está um preço e aqui dentro está outro. Não pode, porque a placa está indicando. Ela falou: 'se você não quer a 'saleira', você deixa aí que outro leva'. Foi dessa maneira que ela me falou. Eu falei: 'mas você não pode me tratar assim, porque eu sou consumidora como qualquer outra, eu só estou te explicando que isso é propaganda enganosa".

Segundo Sônia, a vendedora ficou nervosa e a expulsou da loja: "Ela falou: 'se retira do meu estabelecimento por favor; eu quero que você sai para fora". Aí tinha um senhor que falou para mim: 'Dá licença, você pode se retirar porque ela está nervosa'. Eu saí e chamei a polícia. A Policia chegou e perguntou o que estava acontecendo. Disse, eu vim como consumidora, pelo o que eu entendo, pelo o que me capacitei, eu sou dirigente do Procon, mas não estou aqui a serviço, mas pelo o que eu entendo está errado. Isso não pode acontecer".

Em seguida a Polícia disse para ela registrar um boletim de ocorrência.

"Eu larguei mão disso. Não mexi com isso mais. Na segunda-feira, dia 17, voltei ao Procon para trabalhar, trabalhei até na sexta-feira, para mim estava tudo normal. Quando foi na sexta-feira, o César, que é administrador geral, me ligou. Ele me chamou e falou: 'você não vai mais trabalhar no Procon'. Eu perguntei: 'Por que?' Ele não quis justificar. Então eu falei que queria falar com o prefeito. Ele disse que o prefeito estava viajando. Aí eu peguei e liguei no celular do prefeito e ele não atendeu, quem atendeu foi a dra. Nadir. Aí eu falei: 'Cadê o prefeito'? Ela falou: 'Ele está em reunião e não pode atender. O que está acontecendo, Sônia?' Eu falei: 'O César falou que eu não vou trabalhar no Procon mais e eu queria saber o porquê'. E ela respondeu: 'Porque você está cheia de picuinhas. Você escandalizou a cidade. Então é por isso. E outra coisa, segunda-feira, na hora que a gente chegar aí, a gente conversa. Vou desligar porque eu estou ocupada. Segunda-feira, na hora que chegar aí, você vai na prefeitura que a gente conversa', teria sido o diálogo das duas, segundo informou Sônia ao Rotativa no Ar.

Conversa - Na segunda-feira, Sônia disse que foi até à prefeitura para conversar com a procuradora do município, Naudir Gaudioso. "Eu fui. Cheguei lá 8h. Mas aí o Carlinhos estava em uma audiência na Câmara. Cheguei lá, ele olhou pra mim, ela olhou pra mim. E eu voltei para a prefeitura, subi e fiquei lá no gabinete. Fiquei lá das 8h às 2h da tarde. Nenhum dos dois falou comigou. Fui embora. Voltei na terça. Fiquei das 8h às 10h30, a mesma coisa. Nenhum dos dois me deu satisfação. Eu peguei, voltei e fui trabalhar no Procon", disse.

E continuou: "Aí quando foi 12h30 o César me ligou falando que a doutora [Nadir Gaudioso] queria falar comigo. Aí fui para lá. Cheguei lá, conversando com ela, falei que eu não queria sair do Procon, porque eu estava fazendo o que eu gosto e eu me capacitei para isso. Eu falei para ela que eu estava me dedicando ao máximo para poder fazer o que eu aprendi. E outra coisa, eu aprendi sozinha. Por que que ia me punir disso? Aí ela falou para mim, que nem tudo é para sempre. Que eu sou uma pimentinha, então tem certas coisas que a gente tem de deixar para lá. Por causa de uma coisa tão pequenininha dessa, eu fazer o escândalo que eu fiz. Uma cidade pequena dessa, eu não tenho que fazer esse tipo de coisa. Foi o que ela falou para mim. Aí falei: 'fazer o quê, pra onde é que vocês vão me mandar?' Ela falou: 'isso aí é com o César, você resolve com ele. Pra onde ele te mandar, é para onde você vai. Falei com ele, ele mandou eu ir para o RH, e o RH mandou eu voltar no outro dia. Quando foi no outro dia, fui para Pronav falar com a Cecília e ela me mandou aqui para o Cras. E aqui eu estou até hoje".

E disse indignada: "Eu recebi 200 casos, e não recebi um elogio. Um pequeno vacilo, era dia de sábado, eu não estava a trabalho, eu só quis explicar para a moça o direito do consumidor. Isso não era motivo para me mudar de cargo. Mas a dra. Nadir falou pra mim, que eu sou concursada para gari, mas não para função que eu estava. Mas se eu estou na função que eu estou, é porque eles me colocaram . Eles me colocaram na contabilidade, no gabinete, na agência de empregos, no lixo, eu fiquei mais tempo no lixo, e agora estou no Cras. Acho que se eu não tivesse capacidade, não era para passar por todos os lugares por onde eu passei".

E finalizou: "De 7 de janeiro ao último dia que fiquei lá, nunca levei nenhum caso no fórum. Consegui resolver lá. Se tiver alguém contra mim, que se manifeste. Infelizmente a gente não consegue agradar todo mundo".

Onde nós vamos parar? Agora fazer o certo é errado... Indignada!!!
 
Érica em 05/07/2013 16:24:12
Tinha prometido para mim mesmo não enviar mais nenhum e:mail e não fazer mais nenhum comentário em qualquer órgão da imprensa escrita, falada ou televisada. Contudo a situação dessa funcionária pública municipal que ao tentar cobrar um desmando autoritário "propaganda enganosa" de um determinado comerciante, em benefício da população, foi punida julgada e massacrada. Isso é uma vergonha para os "mandatários" do poder.
 
Jose Amilton de Souza em 05/07/2013 08:10:32
Sonia,parabens a voce e nota zero para o prefeito,ja morei em cassilandia e hoje moro em balneario camboriu sc,mas sei que o comercio ai nao e preperado para estas situacao,pois eu mesmo ja tive problema semelhante nesta cidade.
 
nelson otavio hames em 05/07/2013 05:35:44
Está provado que a "prefeita" manda mesmo.
 
paulo neres carvalho em 04/07/2013 17:40:56
Sônia, pelo seu depoimento você em momento algum agiu erroneamente, pelo que se percebe é que o executivo tentou tampar o sol com a peneira, fazendo política com essa atitude.
Pois, você deveria ingressar com uma ação de indenização por danos morais, uma vez que você não estava no exercício de sua função, mas na qualidade de uma consumidora como qualquer outra.
As pessoas precisam obedecer as leis, e terem mais educação, pois a atitude dessa pessoa que te tratou dessa maneira, só nos leva a crer que se trata de pessoa sem informação, que quer vencer os outros no grito.
Não deixa passar em branco, faça valer os seus direitos.
 
Renata Freitas em 04/07/2013 16:24:28
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)