Cassilândia, Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

Últimas Notícias

16/03/2008 17:41

Primeira conferência nacional para gays e lésbica (GLBT)

Irene Lôbo/ABr

Brasília - O governo brasileiro será o primeiro a convocar uma conferência nacional exclusivamente voltada para discutir os assuntos relacionados à comunidade gay, lésbica, bissexual e transgênera (GLBT), segundo o Programa Nacional de DST/Aids do Ministério da Saúde. O encontro será realizado entre os dias 6 e 8 de junho, no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília.

De acordo com o secretário-adjunto do programa, Eduardo Barbosa, o evento deve reunir cerca de mil participantes. “Nós acreditamos que essa conferência vai possibilitar que essa população tenha, por parte de todo o governo federal, respostas mais amplas, e respostas mais amplas respondem também às questões de saúde, de pobreza, de trabalho, da educação, elas favorecem enormemente a que as pessoas tenham mais prevenção e mais atenção em saúde”, afirma Barbosa.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Toni Reis, vão ser eleitos nas conferências estaduais 600 delegados, sendo 40% ligados ao governo e 60% à sociedade civil. A previsão é de que 90 municípios brasileiros realizem conferências locais.

Reis avalia a situação da comunidade GLBT no Brasil como "muito triste". Ele cita uma pesquisa da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) apontando que 40% dos adolescentes não gostariam de ter um amigo gay em sala de aula e que 60% dos professores não sabem lidar com a situação na escola. Há ainda 2,8 mil casos de homossexuais que foram barbaramente assassinados nos últimos anos.

“Essas estatísticas mostram que nós precisamos trabalhar o preconceito. Foram feitas pesquisas em três grandes paradas, na de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, e levantamos que 70% da comunidade gay dessas paradas já sofreu algum tipo de discriminação, algum tipo de preconceito.”

O presidente da associação espera que conferência possa gerar políticas públicas para diminuir a discriminação e o preconceito, que em longo prazo produzam uma mudança cultural na sociedade.

“Não queremos aceitação, se nos aceitarem vai ser maravilhoso, mas o respeito à nossa condição é fundamental. Então, neste sentido, esperamos que a gente possa discutir - sociedade e governo - para chegarmos a um denominador comum e que a gente possa ser feliz, é o que nós desejamos.”

Mais informações sobre a 1ª Conferência Nacional de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (GLBT) podem ser encontradas nos sites www.abglt.org.br e www.sedh.gov.br.





Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 18 de Outubro de 2017
Terça, 17 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Segunda, 16 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)