Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

06/11/2006 08:56

PRF - Veículos retidos com mais de 1 milhão de excesso

PRF

Veja a nota da Polícia Rodoviária Federal sobre veículos que carregam peso superior ao permitido.

Transportadores se aproveitam da falta de fiscalização e carregam peso muito superior ao permitido. A situação, que se repete há anos, é responsável por vários buracos nas pistas, contribuindo para o aumento de acidentes e de gastos com combustível, pneus e manutenção dos veículos. O excesso de peso ainda diminui a velocidade do transporte, o que prolonga o tempo de entrega das cargas.
O desrespeito em relação ao limite de carga que os veículos podem transportar, ocorre mesmo tendo as autoridades estabelecido uma tolerância de 5% (cinco por cento) para quem ultrapassasse o limite, tolerância essa concebida originalmente para compensar eventual erro das balanças. O problema é que essa tolerância ganhou conotação de uma autorização explícita para que os veículos já iniciassem a viagem com a sobrecarga. Entretanto, ao ser constatado o excesso de peso o veículo é autuado e retido para transbordo do excesso verificado, perdendo a tolerância concedida.
Assim, num país como o nosso, em que há carência de recursos para investimentos, e no qual a maior parte do transporte de cargas é feita por via rodoviária, é de extrema importância que se procure eliminar o principal fator de desgaste dos pavimentos.
Nesse sentido, a 9ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Paranaíba/MS, vêm intensificando a fiscalização de combate ao excesso de peso que circulam pelas rodovias federais de sua circunscrição, tendo autuado durante o mês de outubro de 2006, 116 (cento e dezesseis) veículos que transitavam com a quantidade recorde de 1.005.927 kg (hum milhão cinco mil e novecentos e vinte e sete quilos) além do limite permitido, sendo que, entre as cargas transportadas estavam: milho, sorgo, soja, adubo, madeira serrada e carvão vegetal nativo.
Vale ressaltar que esta ação é necessária, no sentido de mostrar aos transportadores e caminhoneiros que seu ganho ao transportar mais carga aumenta o risco de acidentes, o desgaste do veículo e o consumo do combustível, além de trazer prejuízo ao País.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)