Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/11/2006 08:56

PRF - Veículos retidos com mais de 1 milhão de excesso

PRF

Veja a nota da Polícia Rodoviária Federal sobre veículos que carregam peso superior ao permitido.

Transportadores se aproveitam da falta de fiscalização e carregam peso muito superior ao permitido. A situação, que se repete há anos, é responsável por vários buracos nas pistas, contribuindo para o aumento de acidentes e de gastos com combustível, pneus e manutenção dos veículos. O excesso de peso ainda diminui a velocidade do transporte, o que prolonga o tempo de entrega das cargas.
O desrespeito em relação ao limite de carga que os veículos podem transportar, ocorre mesmo tendo as autoridades estabelecido uma tolerância de 5% (cinco por cento) para quem ultrapassasse o limite, tolerância essa concebida originalmente para compensar eventual erro das balanças. O problema é que essa tolerância ganhou conotação de uma autorização explícita para que os veículos já iniciassem a viagem com a sobrecarga. Entretanto, ao ser constatado o excesso de peso o veículo é autuado e retido para transbordo do excesso verificado, perdendo a tolerância concedida.
Assim, num país como o nosso, em que há carência de recursos para investimentos, e no qual a maior parte do transporte de cargas é feita por via rodoviária, é de extrema importância que se procure eliminar o principal fator de desgaste dos pavimentos.
Nesse sentido, a 9ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Paranaíba/MS, vêm intensificando a fiscalização de combate ao excesso de peso que circulam pelas rodovias federais de sua circunscrição, tendo autuado durante o mês de outubro de 2006, 116 (cento e dezesseis) veículos que transitavam com a quantidade recorde de 1.005.927 kg (hum milhão cinco mil e novecentos e vinte e sete quilos) além do limite permitido, sendo que, entre as cargas transportadas estavam: milho, sorgo, soja, adubo, madeira serrada e carvão vegetal nativo.
Vale ressaltar que esta ação é necessária, no sentido de mostrar aos transportadores e caminhoneiros que seu ganho ao transportar mais carga aumenta o risco de acidentes, o desgaste do veículo e o consumo do combustível, além de trazer prejuízo ao País.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)