Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/09/2007 13:04

Previdência esclarece segurados sobre auxílio-doença

André Souza, da Agência Brasil

Entre os pedidos de atendimento feitos por segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), 60% referem-se ao auxílio-doença, benefício pago a quem está incapacitado para o trabalho por motivo de doença por mais de 15 dias consecutivos.

Parte dos pedidos é rejeitada por não se encaixar no perfil do benefício. Segundo dados do Ministério da Previdência Social, das 436 mil perícias médicas feitas em agosto deste ano, 97 mil não tiveram o benefício concedido.

Por isso o ministério lançou, ontem (14) à noite, uma campanha para explicar quem tem direito ao auxílio-doença e o que se deve fazer na hora de solicitá-lo. A campanha já começa a ser veiculada na televisão e, a partir de segunda-feira (17), no rádio, com duração de duas semanas.

Para ter acesso ao benefício, o segurado deve ir a uma agência de Previdência Social. Além da condição de segurado, não basta estar doente: é necessário que esteja incapacitado para o trabalho.

O ministro da Previdência Social, Luiz Marinho, diz que a campanha também vai esclarecer a função do perito médico do INSS. “O papel do perito é exclusivamente de, respeitando a lei, analisar a incapacidade para o trabalho para poder conceder ou não o benefício. Se o segurado tiver o pedido indeferido, ele tem os procedimentos para entrar com recurso. O perito vai trabalhar conforme determinação da lei. Então, não adianta fazer uma agressão ao perito, que isso não resolve a questão”.

Além da campanha, o ministério está implementando outras medidas. Portais detectores de metais e detectores manuais vão ser instalados até o início de dezembro em todas as agências da Previdência para evitar ameaças aos médicos peritos.

Inicialmente, apenas as agências das regiões metropolitanas devem receber os equipamentos. A medida foi adotada depois do assassinato, por um desempregado, do perito José Rodrigues de Sousa, da agência de Patrocínio (MG).

O tempo para conseguir a liberação do benefício será reduzido. A idéia é que os segurados recebam em até 45 dias uma resposta sobre se tem ou não direito aos benefícios previdenciários.

Quem quiser tirar dúvidas sobre os pedidos de auxílio-doença ou ter outros esclarecimentos sobre os benefícios da Previdência Social pode telefonar para o número 135. A ligação é gratuita.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)