Cassilândia, Terça-feira, 27 de Junho de 2017

Últimas Notícias

25/05/2007 08:59

Presos na operação Mapinguari devem ser liberados hoje

Tania Rauber/Só Noticias

presos na operação Mapinguari devem ser liberados hoje
25 de maio de 2007 - 00h02

Vencem hoje os mandados de prisão temporária de madeireiros, fazendeiros e servidores públicos presos pela Polícia Federal, na semana passada, durante a operação Mapinguari, nos municípios de Sorriso, Sinop, Vera, Feliz Natal, Sorriso e Cuiaba. 19 pessoas, acusadas de extração ilegal de madeira do Parque Nacional do Xingu, continuam presas no presídio Ferrugem e, uma mulher, na cadeia municipal.

O Ministério Público Federal apontou que o grupo estaria tendo apoio de índios da etnia Trumai. A extração ilegal teria causado lucro de R$ 28,163 milhões e, no entorno do PIX, alcançou R$ 135,753 milhões, totalizando R$ 163,889 milhões.

Os esquema funcionava com a retirada ilegal da madeira, pelos índios, que era vendida para madeireiros da região e fazendeiros. Servidores do Ibama são acusados de aprovarem planos de manejo florestal falsos para que a madeira fosse transportada e vendida.

Os mandados de prisão foram prorrogados, na última segunda-feira, por mais cinco dias. Durante a operação foram apreendidas, tratores de esteira, pás-carregadeira e diversas caixas com documentos que vão para o Ministério Público e a Justiça Federal. Algumas pessoas que também foram presas conseguiram habeas corpus e já deixaram a prisão, entre elas três mulheres. Entre os que continuam presos estão cinco índios, o cacique Ararapan Trumai, o ex-presidente da Câmara de Vera, Dari Leobert, os empresários de Sorriso Nei Francio e Luciane Francio Garaffa, e o marido dela, Gilvan José Garaffa.

A Justiça Federal decretou as prisões de 3 ex-chefes do Ibama em Sinop que ainda não foram encontrados.






Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 27 de Junho de 2017
Segunda, 26 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)