Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/05/2007 08:59

Presos na operação Mapinguari devem ser liberados hoje

Tania Rauber/Só Noticias

presos na operação Mapinguari devem ser liberados hoje
25 de maio de 2007 - 00h02

Vencem hoje os mandados de prisão temporária de madeireiros, fazendeiros e servidores públicos presos pela Polícia Federal, na semana passada, durante a operação Mapinguari, nos municípios de Sorriso, Sinop, Vera, Feliz Natal, Sorriso e Cuiaba. 19 pessoas, acusadas de extração ilegal de madeira do Parque Nacional do Xingu, continuam presas no presídio Ferrugem e, uma mulher, na cadeia municipal.

O Ministério Público Federal apontou que o grupo estaria tendo apoio de índios da etnia Trumai. A extração ilegal teria causado lucro de R$ 28,163 milhões e, no entorno do PIX, alcançou R$ 135,753 milhões, totalizando R$ 163,889 milhões.

Os esquema funcionava com a retirada ilegal da madeira, pelos índios, que era vendida para madeireiros da região e fazendeiros. Servidores do Ibama são acusados de aprovarem planos de manejo florestal falsos para que a madeira fosse transportada e vendida.

Os mandados de prisão foram prorrogados, na última segunda-feira, por mais cinco dias. Durante a operação foram apreendidas, tratores de esteira, pás-carregadeira e diversas caixas com documentos que vão para o Ministério Público e a Justiça Federal. Algumas pessoas que também foram presas conseguiram habeas corpus e já deixaram a prisão, entre elas três mulheres. Entre os que continuam presos estão cinco índios, o cacique Ararapan Trumai, o ex-presidente da Câmara de Vera, Dari Leobert, os empresários de Sorriso Nei Francio e Luciane Francio Garaffa, e o marido dela, Gilvan José Garaffa.

A Justiça Federal decretou as prisões de 3 ex-chefes do Ibama em Sinop que ainda não foram encontrados.






Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)