Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

11/09/2010 09:14

Presos da Operação Mãos Limpas estão em Brasília

Daniella Jinkings, Agência Brasil

Brasília – O advogado do governador do Amapá, Cícero Bordalo Júnior, chegou agora ontem à noite à Superintendência da Polícia Federal (PF), em Brasília, para tentar conversar com o seu cliente, Pedro Paulo Dias de Carvalho. Ele e mais 17 pessoas presas ontem (10) no Amapá, pela Operação Mãos Limpas, chegaram ao aeroporto de Brasília e foram encaminhados para a Superintendência da PF.

Segundo a PF, a intenção é que todos sejam ouvidos hoje, sábado (11). Eles passaram por exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). A PF disse que esse é um procedimento padrão para garantir a integridade física dos presos durante a transferência de custódia, já que 16 deles vão ser levados para o Presídio da Papuda.

A prisão foi consequência da Operação Mãos Limpas, que desarticulou um esquema criminoso de desvio de dinheiro público envolvendo políticos, empresários e servidores públicos do Amapá.

Entre os presos, estão o ex-governador Waldez Góis (PDT) e o presidente do Tribunal de Contas do estado, José Júlio Miranda. Os dois permanecerão detidos na Superintendência da PF. O advogado, que também representa alguns empresários envolvidos no esquema, disse que se reuniu hoje com o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio Noronha. “O ministro informou que vai entregar [aos advogados] uma cópia da decisão judicial do STJ, impreterivelmente, na segunda-feira (13)”, disse.

Noronha foi quem expediu os 18 mandados de prisão temporária, 87 mandados de condução coercitiva e 94 mandados de busca e apreensão. Segundo Bordalo Júnior, a investigação é extremamente delicada, pois envolve acusações muito graves. Os acusados deverão permanecer presos em Brasília por cinco dias.

“Já estou ajuizando pedido de liberdade provisória e de revogação da prisão temporária”, disse. Até o momento, o advogado informou que só ingressou com o pedido de liberdade provisória em favor do empresário Eric Lucena. Ele está aguardando a conversa com o governador para saber como vai proceder em sua defesa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Sexta, 18 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)