Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/12/2009 18:02

Presos 27 em Mato Grosso por fraudes e venda de notas

Só Notícias

A Polícia Civil acaba de confirmar que vinte e sete pessoas, incluindo empresários, envolvidas em crimes contra a ordem tributária, formação de quadrilha, falsidade ideológica e corrupção foram presas, hoje, na operação "Mala Preta", coordenada pela Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública, com apoio da Secretaria Estadual de Fazenda. A justiça autorizou o cumprimento de 30 mandados de prisão temporária e 49 buscas e apreensões em empresas, escritórios comerciais e residências. A lista com nomes dos acusados não foi divulgada. Dos presos, 14 foram em Cuiabá e Várzea Grande. Há mandados de prisão para suspeitos em Rondonópolis, Sorriso, Sapezal, Paranatinga, Água Boa, Barra do Garças e Alto Araguaia, além de mandados de busca e prisão cumpridos nas cidades de Orlândia, Estado de São Paulo, Santa Rita do Araguaia, em Goiás.

O secretário de Segurança Pública, Diógenes Curado Filho, o secretário de Fazenda, Eder de Moraes, e o diretor geral da Polícia Judiciária Civil, José Lindomar Costa apresentam, esta tarde, o resultado da operação. Houve denúncias de fraudes na emissão de notas fiscais eletrônicas, referente a operações de vendas de milho e soja, entre os Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais e São Paulo.

A mesma denúncia apontava ainda que notas fiscais estariam sendo comercializadas, em média, por 5% do valor total do produto, em uma situação normal, mencionando também a existência de uma quadrilha, com ramificações que se estendem a outros Estados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)