Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

09/07/2012 14:50

Preso troca de lugar com o irmão durante visita na Máxima e foge

Paula Vitorino e Paula Maciulevicius, Campo Grande News

Dois irmãos driblaram o monitoramento da Penitenciária de Segurança Máxima e trocaram de lugar durante visita na tarde desse domingo (8), em Campo Grande. O preso Marco Antônio Cuenca, de34 anos, saiu do estabelecimento, tranquilamente, se passando pelo irmão Werinton Velane Cuenca,que não tinha passagem criminal pela Polícia.

A troca dos irmãos só foi descoberta por uma falha no plano de fuga: Marco esqueceu uma mochila deixada pelo irmão próximo ao Estabelecimento, o que levantou a suspeita da Polícia. Mesmo assim Marco conseguiu fugir e ainda está foragido.

Ele foi preso em fevereiro deste ano por envolvimento na quadrilha que assaltou o Banco do Brasil, em Ribas do Rio Pardo, mas já estava foragido do regime semi-aberto de São Paulo e somava oito passagens pela Polícia paulista.

Durante a visita de ontem, os irmãos trocaram de roupa dentro do presídio. Werinton deixou uma mochila em um comércio que fica em frente a Penitenciária, o que segundo a Polícia é um procedimento normal de visitantes dos presos.

Marco saiu do presídio com as roupas do irmão, assinou o registro de visitantes como se fosse Werinton, mas pegou a mochila errada, em outro comércio.

Na fuga, ele percebeu a troca e o comparsa voltou para pegar a mochila certa. Mas quando voltou, a Polícia já tinha sido informada de que a bolsa tinha sido esquecida e começou a suspeitar da fuga.

De acordo com o delegado da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, Tiago Macedo, os policiais fizeram contagem no presídio e constataram que ninguém tinha saído, mas suspeitaram do comportamento estranho de um dos presos: Werinton. Ele chegou a simular que estava passando mal por conta do nervosismo, mas a farsa acabou sendo descoberta.

O comparsa dos irmãos, Reginaldo Acedo, foi preso no momento em que tentava resgatar a mochila. Ele atuou como “motorista” e disse ter deixado Marco em um ponto de ônibus no bairro Cidade Jardim.

Reginaldo e Werinton estão presos pelo crime de “promove ou facilitar a fuga de preso”.

O delegado admite que houve falha no sistema de segurança do presídio, mas justifica que “os presos dissimularam toda a situação”, já que o mecanismo para verificação de entrada e saída de visitantes é a assinatura.

“A assinatura que os dois fizeram batia. Eles conseguiram forjar”, diz.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Sexta, 25 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)