Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/12/2015 14:39

Preso por não combater dengue, empresário vai pagar fiança de R$ 2 mil

Redação
Terreno onde foram encontrados focos da dengue e zika (Foto: Fernando Antunes)Terreno onde foram encontrados focos da dengue e zika (Foto: Fernando Antunes)

O dono de uma empresa de conveniência, preso no final da manhã de hoje (15), por não combater a proliferação dos focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e zika vírus, deverá pagar fiança de R$ 2 mil para ser solto. Ele será indiciado por crime ambiental, segundo o delegado Wilton Vilas Boas de Paula, titular da Decat (Delegacia de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista).

Segundo o delegado, o dono da loja , que não teve o nome divulgado pela polícia, foi preso em flagrante durante a operação de combate a dengue da Prefeitura de Campo Grande e Polícia Civil.

Ele teria sido notificado em duas ocasiões para limpar o terreno na Rua Antônio Maria Coelho, no Jardim Cabreúva. No entanto, as notificações, feitas em fevereiro e novembro deste ano, foram ignoradas.

Durante a fiscalização, na manhã de hoje, fiscais e policiais encontraram focos do mosquito da dengue no terreno. A polícia prendeu o empresário com base no artigo 54 da Lei de Crimes Ambientais, de 1998. Ele pode ser condenado a pena de um a quatro anos de reclusão.

Em depoimento, o empresário alegou que o imóvel está em nome da esposa. No entanto, segundo o delegado, ele é o responsável pela área. A esposa também será convocada para prestar esclarecimento.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)