Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/02/2004 09:07

Preso poderá ser assistido pelo SUS

Agência Câmara

O Projeto de Lei 2111/03, do deputado Carlos Nader (PFL-RJ), prevê a assistência à saúde do preso pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A matéria está sendo analisada pela Comissão de Seguridade Social e Família, onde tem como relatora a deputada Dra. Clair (PT-PR).
De acordo com o projeto, os profissionais do SUS comparecerão aos presídios para dar assistência aos detentos e internos. Quando o período de recolhimento for superior a 30 dias, os internos passarão por exames clínicos e complementares de diagnóstico. Pelo menos uma vez por ano, serão realizados exames periódicos de saúde, a critério do médico.
Quando o estabelecimento penal não estiver aparelhado para oferecer a assistência médica necessária, ela será prestada em outro local, com autorização da direção prisional.
Carlos Nader lembra que os presos padecem dos mesmos problemas de saúde que atingem os demais brasileiros, devendo, portanto, ser atendidos pelo SUS. Ainda segundo ele, o projeto não gera novas despesas, mas apenas inclui a população carcerária no universo de cidadãos contemplados pelos serviços públicos de saúde.

A matéria também será apreciada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Redação. Se for aprovada e não houver recurso para votação pelo Plenário da Câmara, seguirá para o Senado.



Reportagem - Ana Felícia
Edição - Rejane Oliveira


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)