Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/07/2009 12:54

Preso é encontrado morto na Máxima; 3º em três meses

Adriany Vital, Campo Grande News

Antonio Carlos da Silva Oliveira, de 41 anos, foi encontrado morto nesta madrugada no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande.

“Cabanha”, como era conhecido, cumpria pena por homicídio e foi encontrado já sem vida com vários sinais de agressão na cela 121, da ala A do pavilhão II. Um saco plástico foi apreendido no local.

O caso foi registrado como homicídio e a perícia deve identificar a causa da morte. “Cabana” havia conseguido na Justiça a progressão de pena e seria removido para o regime semi-aberto. A decisão, assinada pelo juiz Francisco Gerardo de Sousa, saiu na quarta-feira (2).

Este é foi o terceiro assassinato de interno da unidade penal em três meses. Um ocorrido a casa mês, sempre no dia 6. No mesmo dia de maio, Bruno Nunes da Silveira dos Santos, 27 anos, passou mal e foi levado ao posto de saúde do Bairro Tiradentes, mas já chegou a unidade sem vida.

Charles Siqueira, de 36 anos, tido como um dos presos mais perigosos do Estado, também morreu no sexto dia de junho. Ele foi encontrado enforcado na cela. Um laudo comprovou o assassinado.

A advogada do interno já havia denunciado que ele corria risco de morte na unidade e havia solicitado remoção dele.

No dia 24 de junho, a Justiça deu prazo de 48 horas para que a Agepen informasse acerca dos motivos que levaram a transferência de Charles para o Estabelecimento Penal de Segurança Máxima. O primeiro ofício com pedido de explicações havia sido formulado no dia 10 de junho.

A Justiça não informa se recebeu a prestação de esclarecimentos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)