Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/09/2010 12:21

Preso, Artuzi reclama de montagem e alega inocência

Aline dos Santos, Campo Grande News

Preso ontem pela PF (Polícia Federal), o prefeito de Dourados, Ari Artuzi (PDT), está abatido, “baqueado’ e alega inocência. A situação é descrita pelo advogado Carlos Marques que conversou ontem à noite com Artuzi, trazido para a 3ª delegacia de Campo Grande, no Carandá Bosque.

O prefeito, que está sozinho em uma cela e sem direito à visita, foi informado sobre os vídeos em que aparece recebendo propina de R$ 10 mil. Para Artuzi, as imagens são montagens. Em um dos vídeos, gravado pelo autor das denúncias, o secretário de Governo, Eleandro Passaia, o prefeito aparece recebendo dinheiro.

No dia 7 de julho, às 21h58, o secretário encontra Artuzi em uma cadeira em área que parece ser a varanda ou área de serviço. “Tem dez mil aí do terreno”, avisa Passaia. Ele entrega dois maços de dinheiro, cada um com R$ 5 mil e explica que em conversa com responsável por empreiteira foi advertido de que o pagamento de uma única vez levantaria suspeitas.

Passaia informa então que o pagamento será em 3 parcelas. “Dez hoje, dez amanhã e dez na segunda”. Artuzi, quieto até então, apenas grita; “Maria...Tó”, chamando a primeira dama para pegar o dinheiro.


Preso - O advogado afirma que ainda não teve acesso a todo o processo, portanto ainda não definiu a linha de ação da defesa. Desta forma, o mais provável é que o prefeito fique preso por cinco dias, período de validade da prisão temporária. Contudo, a prisão pode ser prorrogada ou transformada em prisão preventiva.

Para Carlos Marques, não há provas contra Artuzi. “Não existe nada, somente a manifestação do rapaz que fez as gravações. Ele também condena a ação. “Antes tinha as provas e prendia as pessoas. Agora, no Brasil prendem e depois obtém as provas”, reclama.

A Operação Uragano prendeu 28 pessoas, como a primeira-dama Maria Artuzi, nove dos 12 vereadores, secretários municipais e empresários . Uma pessoa está foragida.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)