Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/01/2014 09:54

Presidente reage às acusações e diz que TJMS não se curvará a interesses

Campo Grande News

Grosso do Sul), desembargador Joenildo de Sousa Chaves, divulgou uma nota sobre as suspeitas lançadas sobre o órgão após a “guerra de liminares” em torno do processo de cassação do prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP). No documento, divulgado após ele assumir o plantão, ele destaca a “independência” do Poder Judiciário sul-mato-grossense e que não se curvará aos interesses.

“O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, ao longo dos seus quase 35 anos de existência, tem orgulho de sua independência e honradez”, frisou. Ele emitiu a nota após a desembargador Tânia Garcia de Freitas Borges e o vice-presidente do TJMS, desembargador João Batista da Costa Marques, travarem uma disputa nos bastidores sobre a sessão de julgamento do prefeito pela Câmara.

Ela negou o mandado de segurança na segunda-feira de Natal para suspender a Comissão Processante. No entanto, no dia 26, Marques concedeu liminar e suspendeu a sessão de julgamento. À tarde, Tânia revogou a decisão do magistrado e manteve o processo de cassação do prefeito.

No mesmo dia, após a Câmara Municipal retomar o julgamento, João Batista concedeu nova liminar e suspendeu a sessão, inclusive, tornando nulo eventual cassação do perfeito.

A “guerra de liminares” causou críticas da diretoria da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso do Sul), que achou estranha as decisões a favor da Câmara. O prefeito e aliados também reagiram e criticaram a conduta da desembargadora.

No dia 27 de dezembro, a bancada do PT, sob a liderança do senador Delcídio do Amaral, pediu para o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) investigar a conduta dos dois desembargadores. No dia 30, a OAB/MS pediu a mesma investigação.

Nesta quinta-feira (2), o presidente do TJMS reassumiu o plantão e divulgou nota contra os críticos que colocaram o Tribunal de Justiça sob suspeita.

“É comum, em decorrência de uma decisão judicial, sobretudo em casos como os tais, que a parte vencida, insatisfeita, lance mão de alguns expedientes, mas a lei prevê os recursos próprios. O que não é possível, é que os insatisfeitos com as decisões, ao invés de buscarem as medidas previstas no ordenamento, passem a atacar a instituição Judiciária, sob pena de causar insegurança jurídica à sociedade”, afirma Joenildo.

E manda um aviso para quem pretende pressionar os 30 desembargadores, que vão decidir o futuro do prefeito da Capital.

“O Tribunal de Justiça deste Estado, composto atualmente por 30 desembargadores, jamais se curvará perante quem quer que seja, e a sua história tem demonstrado essa linha de atuação, de uma justiça imparcial e apolítica, sustentadas, portanto por uma conduta moral e ética”, destaca o presidente do TJMS.

Confira a nota na íntegra:

“Nota de esclarecimento

Em virtude das notícias veiculadas nos últimos dias, a respeito das decisões judiciais proferidas pelos desembargadores deste Tribunal de Justiça, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul, vem a público esclarecer:

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, ao longo dos seus quase 35 anos de existência, tem o orgulho de sua independência e honradez.

O Poder Judiciário existe para a garantia dos direitos do Estado e do cidadão. É essa a sua verdadeira missão constitucional.

É comum, em decorrência de uma decisão judicial, sobretudo em casos como os tais, que a parte vencida, insatisfeita, lance mão de alguns expedientes, mas a lei prevê os recursos próprios.

O que não é possível, é que os insatisfeitos com as decisões, ao invés de buscarem as medidas previstas no ordenamento, passem a atacar a instituição Judiciária, sob pena de causar insegurança jurídica à sociedade.

Somos um órgão independente, onde os seus membros passam por árduas e complexas provas para o exercício de sua profissão e para a independência de suas atividades judicantes. Essa independência também é garantida a cada um dos membros do poder
judiciário no exercício da judicatura, para que respondam pelos seus atos e suas decisões quando passíveis de recursos junto aos tribunais superiores.

O Tribunal de Justiça deste Estado, composto atualmente por 30 desembargadores, jamais se curvará perante quem quer que seja, e a sua história tem demonstrado essa linha de atuação, de uma justiça imparcial e apolítica, sustentadas, portanto por uma conduta moral e ética.

A integridade institucional do Tribunal de Justiça e de seus membros será sempre preservada.

O Poder Judiciário tem orgulho em elevar o nome de Mato Grosso do Sul, alcançando posições de destaque e de referência no cenário nacional, e não pode, em nenhum momento, deixar que a imagem da instituição seja denegrida.

Campo Grande, 02 de janeiro de 2014.
Desembargador: Joenildo de Sousa Chaves
Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul.”

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)